Redação E-Commerce Brasil

WhatsApp adia atualização de recursos de negócios após polêmica sobre privacidade

Quarta-feira, 20 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

O WhatsApp, do Facebook, está adiando a atualização para uso em transações de negócios após a preocupação de usuários que ligada a mudanças na política de privacidade.

Os usuários receberam uma notificação este mês de que o aplicativo de mensagens estava preparando uma nova política de privacidade e termos, e se reservou o direito de compartilhar alguns dados do usuários com o Facebook.

Isso gerou protestos globais e uma onda de novos usuários para aplicativos de mensagens privadas concorrentes, incluindo Telegram e Signal.

O WhatsApp disse na sexta-feira (15) que atrasaria o lançamento da nova política para maio e que a atualização estava focada em permitir que os usuários enviassem mensagens às empresas e que a atualização não afetaria as conversas pessoais, que continuarão a ter criptografia de ponta a ponta.

“Esta atualização não expande nossa capacidade de compartilhar dados com o Facebook”, disse em um comunicado.

“Embora nem todo mundo compre com uma empresa no WhatsApp hoje, achamos que mais pessoas escolherão fazê-lo no futuro e é importante que as pessoas conheçam esses serviços”, disse.

Facebook e WhatsApp

O Facebook vem ampliando ferramentas de negócios no WhatsApp, à medida que se move para aumentar a receita de unidades de maior crescimento, como WhatsApp e Instagram, enquanto une a infraestrutura de comércio eletrônico da empresa.

O Facebook comprou o WhatsApp por US$ 19 bilhões em 2014, mas tem demorado para monetizá-lo. O aplicativo já compartilha certas categorias de dados pessoais, incluindo o número de telefone e endereço IP do usuário, com o Facebook.

“Não mantemos registros de quem está trocando mensagens ou ligando. Também não podemos ver sua localização compartilhada e não compartilhamos seus contatos com o Facebook”, disse.

O WhatsApp disse em outubro que ofereceria compras no aplicativo por meio de lojas do Facebook e daria às empresas que usam as ferramentas de mensagens de atendimento ao cliente o poder de armazenar essas mensagens nos servidores do Facebook.

O WhatsApp disse na época que os bate-papos com uma empresa que usa o novo serviço de hospedagem não seriam protegidos pela criptografia de ponta a ponta do aplicativo.

Leia também: Procon-SP notifica Facebook sobre nova política de privacidade no WhatsApp

Fonte: 6 Minutos, com Reuters

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.