Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Viagens em retorno estimulam compra de malas, cigarros e cosméticos

Quinta-feira, 19 de maio de 2022   Tempo de leitura: 5 minutos

À medida que mais pessoas retomam viagens e planejam férias, varejistas e empresas de produtos de consumo, incluindo a rede de descontos norte-americana Target e a fabricante de cosméticos Coty, estão se beneficiando de um salto nas vendas de malas e do aumento dos gastos nos aeroportos.

Lojas duty-free e fabricantes de itens relacionados a viagens, como malas, viram as vendas estagnarem durante os bloqueios da covid-19 em todo o mundo, mas os negócios relacionados a viagens estão decolando novamente. A United Airlines previu no mês passado a maior receita trimestral de sua história.

A Target Corp disse, na terça-feira (17), antes da divulgação de seus resultados trimestrais, que as vendas de malas cresceram pela metade no primeiro trimestre de 2022. “Agora estamos vendo convidados que podem ter comprado TVs no ano passado, este ano eles estão olhando para a bagagem porque estão se preparando para viajar pela primeira vez”, afirma Brian Cornell, presidente-executivo da empresa.

A Samsonite International, que também fabrica bolsas sob as marcas Tumi e American Tourister, disse na semana passada que suas vendas trimestrais aumentaram 75% em relação ao ano anterior. As anedotas corporativas se encaixam com os sinais de um retorno do consumo das famílias norte-americanas de volta aos serviços após dois anos de gastos excessivos em produtos de grande porte, enquanto as pessoas estavam em grande parte confinadas em casa.

Os dados do Departamento de Comércio de março, os mais recentes disponíveis, mostraram que a parcela do total de gastos dedicados a recreação, acomodação e refeições fora de casa subiu para uma alta da era da pandemia de 10,33%. Isso é um pouco mais de 6% no início da crise de saúde.

O aumento do número de viajantes que passam pelos aeroportos também aumenta as perspectivas de produtos vendidos nas lojas de lá, como perfumes, maquiagem de grife e bebidas alcoólicas.

A varejista suíça Dufry confirmou, nesta quinta-feira (19), que suas vendas orgânicas mais que dobraram no primeiro trimestre, com a recuperação das viagens na Europa. A companhia, que opera cerca de 2,2 mil lojas em aeroportos, navios de cruzeiro, portos marítimos e outros locais turísticos em todo o mundo, vê uma recuperação particularmente forte na região da Europa, Oriente Médio e África, onde suas vendas mais que triplicaram em relação ao ano anterior.

Nos Estados Unidos, os números de viagens em pontos de verificação da TSA nos últimos sete dias são, em média, 36,33% maiores do que no mesmo período de 2021.

“As pessoas estão comprando fragrâncias globalmente hoje mais do que nunca. Todos os níveis estão acima de 2020-2019”, disse a CEO da Coty Inc, Sue Nabi, no início deste mês, acrescentando que a empresa global de beleza espera que o impulso continue.

As empresas de tabaco Imperial Brands e Philip Morris International disseram que também estão começando a ver recuperação das vendas em lojas duty-free em aeroportos ao redor do mundo, inclusive na Europa e no Oriente Médio.

Leia também: Beleza no e-commerce: como a pandemia mudou os rumos do mercado online de cosméticos

Fonte: Reuters

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER