Logo E-Commerce Brasil

Vestuário e produtos para beleza lideram a escolha e disposição de gastos no Dia das Mães

Por: Redação E-Commerce Brasil

Equipe de jornalismo E-Commerce Brasil

Levantamento também questionou qual presente as mães considerariam uma “roubada”: ingresso para Copa e utensílios de casa foram os campeões de resposta

A Conversion realizou um levantamento com os internautas sobre a intenção de compras para o próximo Dia das Mães. Dos respondentes, 77% disseram que vão comprar presentes para as mães, 18% afirmaram que não vão presentear e 5% declararam já ter adquirido presentes.

Na categoria de produtos, a escolha recai preferencialmente por vestuário e acessórios: Roupas com 25%, Sapatos com 7% e Bolsas com 3%, somando 35%. Produtos de Beleza têm 16% e Eletroeletrônicos 8%. Livros são opções para 7%, produtos de Mesa e Banho e Joias ficam com 6% cada um, sendo que 22% optaram por outros produtos.

O peculiar no levantamento ficou por conta da resposta para a questão: “Qual desses presentes sua mãe consideraria uma roubada?” Assistir a um jogo da Copa em um estádio ficou com 42%, seguido de 21% que disseram serem os tradicionais utensílios domésticos.

O montante desejado para desembolso fica preferencialmente entre R$ 20 e R$ 100 (63%), de R$ 100 a R$ 500 (20%) e mais de R$ 500% (6%). Um valor menor de R$ 20 foi a escolha de 11%. A renda dos respondentes foi distribuída da seguinte maneira: de um a três salários mínimos (29%), de três a seis (30%), de seis a dez (18%), até um salário mínimo 15%, de dez a 30 (6%) e mais de 30 apenas 1%.

Quanto à compra em lojas físicas ou pela Internet, 69% disseram que preferem ou preferiram a primeira opção contra 38% que ficarão ou ficaram com a segunda. Para quem opta pela compra online os principais motivos são a comodidade e falta de tempo para deslocamento.

Já quanto a importância do Dia das Mães para os filhos, 46% acreditam que  a data é muito importante, 23% acham que a comemoração é puro comércio, mas é “difícil de evitar a compra”, 12% apostam na oportunidade de agradar as mães, 18% sentem que a data poderia ser comemorada sem presente e apenas 1% vê a ocasião como um dia qualquer.

O levantamento foi realizado entre os dias 25 e 30 de abril com 200 internautas.