Redação E-Commerce Brasil

Vendas totais do varejo caem 5,5% em julho. E-commerce cresce 11%

Sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O mês de julho não trouxe bons resultados para o varejo. As vendas totais caíram 5,5% sobre o mesmo período de 2014, segundo o relatório Mastercard SpendingPulse. O crescimento médio do último trimestre caiu para 4,7%, abaixo dos 3,6% do segundo trimestre de 2015. O relatório ainda mostra que cinco dos sete setores tiveram crescimento acima do indicador: são eles vestuários, artigos farmacêuticos, móveis e eletrodomésticos, material de construção e artigos de uso pessoal e doméstico. Por outro lado, combustíveis e supermercados apresentaram desempenho inferior.

Já o e-commerce cresceu 11,5%. A média dos três últimos meses foi de alta de 10,9%, pouco acima do segundo trimestre, que teve um desempenho de 9,8%. Os setores de móveis e eletrônicos ficaram acima do crescimento médio do canal e o setor de artigos farmacêuticos, vestuários e hobby & livraria apresentaram crescimento inferior ao registrado pelo comércio eletrônico.

Nenhuma região brasileira conseguiu registrar um saldo positivo. As regiões Nordeste (queda de 3,8%) e Centro-Oeste (queda de 5,2%) obtiveram resultado acima da média, enquanto Norte (queda de 6,2%), Sul (queda de 7,0%) e Sudeste (queda de 5,6%) ficaram abaixo do registrado pelo varejo na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em alguns setores, as vendas nas duas últimas semanas ficaram abaixo do registrado no mesmo período, o que influenciou o panorama do mês.

Fonte: Mundo do Marketing

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.