Redação E-Commerce Brasil

Vendas online em supermercados crescem 81% na semana da Páscoa

Sexta-feira, 17 de abril de 2020   Tempo de leitura: 2 minutos

Por conta do isolamento social para evitar a disseminação da Covid-19, as vendas online dos supermercados paulistas continuam sendo uma alternativa para os consumidores evitarem a compra presencial nas lojas físicas. De acordo com o levantamento da Associação Paulista de Supermercado (APAS), na última semana de Páscoa (6/4 a 12/4), o crescimento das vendas online foi de 81%.

Esse movimento tem se mantido desde a semana anterior, entre 30/3 e 5/4, quando as vendas cresceram 74%, comparado à média dos últimos meses. No final de março, de 23/3 a 29/3, o movimento online chegou a crescer 107%.

Só o necessário nos supermercados

Segundo a APAS, apenas 15% dos supermercados registraram aumento no volume de compras, o que significa que os consumidores não estão fazendo estoque de mercadorias. Outros 37% responderam que os consumidores estão comprando dentro dos padrões e 48% informaram que os clientes estão comprando dentro dos limites das restrições estabelecidas.

A maioria dos supermercados pesquisados informou que não precisou suspender temporariamente o funcionamento dos sites. Esse volume foi de 85% dos pesquisados, segundo a pesquisa.

Os entrevistados também responderam que logística e operação continuam sendo os maiores desafios das vendas online, e a maioria, 56%, realocou mão de obra para atender a demanda.

As vendas online ou por telefone representam uma forma da população não sair do isolamento social. Porém, a APAS esclarece que os consumidores precisam se programar para esse tipo de compra e adquirir apenas os produtos necessários, pois não é preciso fazer estoque.

Ainda de acordo com a associação, a APAS continua negociando com os fornecedores para manter o abastecimento com preços justos e sugere aos consumidores que realizem compras conscientes e procurem produtos substitutos quando possível.

Leia também: Vendas de Páscoa tem queda menor do que esperado, segundo APAS e Ebit/Nielsen

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.