Redação E-Commerce Brasil

Vendas online: como se diferenciar no mercado e melhorar o funil de vendas?

Terça-feira, 10 de outubro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

O Nordeste é uma das regiões que mais crescem no mercado de e-commerce brasileiro. Segundo dados do E-bit, a região representou 12,4% do GMV (R$), sendo o estado da Bahia o de maior destaque crescendo 33,4% e a cidade de Recife, a que mais cresce em share GMV (38,5%). As categorias mais vendidas no Nordeste são: telefonia e celulares (22,8%), eletrodomésticos (15,5%), moda e acessórios (9,7%), informática (9,1%), entre outros.

Fundada em agosto de 2008 na cidade de Canhotinho interior de Pernambuco, a Móveis Pernambuco (MOPE), tinha o objetivo inicial de vender móveis naquela cidade e em cidades circunvizinhas, mas com o passar dos anos percebeu a necessidade de expansão. Atualmente a MOPE conta com um mix variado no setor de móveis em loja virtual atendendo toda a região do Nordeste.

Carlos Lucena, CEO da Móveis Pernambuco explica que o e-commerce foi uma estratégia fundamental no aumento de tíquete médio da loja. “O tíquete médio para móveis no e-commerce é muito maior. O público te diz o que ele quer”, disse.

Ele afirma que para ter sucesso nas vendas online, o empreendedor precisa observar o que o público deseja, não apenas focar no que ele pensa que o cliente precisa. Para ele, a regionalização do negócio também é uma vantagem competitiva. “Aproveitamos a viabilidade operacional da região. Muitos players têm dificuldade em entregar no Nordeste, é aí que nós conseguimos ganhar relevância. Muito mais que ser grande eu procuro ter lucratividade”, explica.

Para Bárbara Fulco, Diretora Comercial da Enotel Hotels & Resorts, o online foi responsável pela disrupção da cadeia tradicional do mercado hoteleiro. Para ela, essa transformação foi extremamente positiva. “Há décadas a cadeia impedia que nós alcançássemos o consumidor final”, disse.

A executiva conta que a Enotel percebeu uma ótima oportunidade de expandir negócios quando viu que 70% dos consumidores vinham do Centro-Oeste e do Sudeste e, apesar das promoções de acomodação, encontravam dificuldade em encontrar passagens áreas e outros serviços agregados competitivos. “Começamos perceber que não adiantava fazer uma promoção de acomodação se a passagem era cara. Hoje reunimos no nosso site todos os e-commerces dos nossos parceiros (passagens, transfers, entre outros). Tivemos um incremento de vendas incrível”, apontou Bárbara.

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.