Redação E-Commerce Brasil

5 formas de utilizar heatmaps para otimizar conversões

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021   Tempo de leitura: 9 minutos

Usar os heatmaps para otimizar conversões é uma forma inteligente de aumentar o seu número de vendas online. Hoje em dia, o e-commerce se tornou um dos maiores responsáveis pela movimentação das vendas no mundo todo.

Apesar de ser um mercado extremamente promissor cuja tendência é se expandir cada vez mais, é um meio muito competitivo e destacar-se é fundamental.

É claro que ter o produto ideal e oferecê-lo a um bom custo x benefício é essencial, mas o marketing digital é o carro chefe para o sucesso. Dentre as diversas ferramentas que ajudam na otimização de resultados, o heatmaps é uma alternativa bem interessante.

Heatmaps para otimizar conversões: o que são

Até mesmo quem já tem certa experiência no ramo de venda online e marketing digital pode nunca ter ouvido falar sobre heatmaps para otimizar conversões.

Primeiramente, o que são os heatmaps? Traduzindo ao pé da letra significa Mapas de Calor. Isso é, na verdade, uma forma de representação gráfica em 2D que possui uma escala de cores.

A cor varia de acordo com o número que ela representa. Os heatmaps podem representar, por exemplo, o número de leads que acessam os botões de ações em seu site.

Quando estamos falando de Mapas de Calor é interessante conhecer quais são os seus tipos:

• Mapas de cliques – apresentam quais são as partes do site que os leads mais clicam.
• Mapas de atenção – demonstram quais são as partes que o usuários passa o cursor do mouse com mais atenção.
• Mapas de rastreamento de rolagem – mostra até qual parte da página o lead “desce” e qual é o tempo que perde em cada seção.
• Mapas de rastreamento ocular – apresentam quais partes do site que os leads mais visualizam.
• Gravações de tela – dizem onde na tela os leitores interagem com a página.

Entendeu qual o objetivo dos mapas de calor? Eles ajudam a entender o comportamento dos leads dentro do seu site. Dessa forma é possível avaliar o que eles estão gostando ou desgostando.

Usam-se os heatmaps para otimizar conversões porque essa ferramenta torna possível focar nos pontos fortes da sua página e consertar os pontos fracos.

Mas vamos adiante, conheça 5 formas de como os heatmaps para otimizar conversões.

1. Heatmaps para otimizar conversões: Investigue como os leads compram

Uma forma de usar os Mapas de Calor para trazer mais resultado é estudando o comportamento do lead no momento de fazer a compra.

Isso é válido para aqueles usuários que já estão prontos para realizar a ação, mas por algum motivo deixam de fazê-la. Os heatmaps conseguem passar uma ideia do que está acontecendo. Com essa ferramenta é possível identificar:

• Muitos cliques em objetos que não são clicáveis no site (não tem link associado)
• Quando o mouse fica muito tempo parado antes de clicar no botão de ação (mostra confusão)
• O usuário não chega até o botão de ação (CTA – Call to Action) porque ele fica muito para baixo e o lead acaba não enxergando
• Muitos elementos na página acabam distraindo o usuário
• Cliques que não retornam onde deveriam

Se isso estiver ocorrendo no seu site, então é possível consertar a interface para melhorar a experiência do usuário.

2. Otimize suas páginas

É possível utilizar os heatmaps para otimizar conversões avaliando como está sendo o movimento em seu site. Por exemplo, onde os leads estão gastando mais tempo? Quais são as seções do site que eles não costumam acessar? Quais locais eles clicam, mas que não possuem nenhum link (o design do site pode passar a ideia errado de um objeto que parece um CTA, mas não é)?

Com isso é possível fazer alterações que vão levando a sua plataforma online à melhor interface possível. Isso aumenta consideravelmente o número de leads, pois eles se sentem atraídos em um primeiro momento, continuam interessados e, depois, acabam realizando a compra (ou a ação desejada).

3. Identifique CTAs que não estão convertendo

Os botões de ação (CTA) são a peça chave para criar conversões. Eles que direcionam o lead para a página de compras ou para aquilo que seja o objetivo determinado pelo dono da página.

Primeiramente, avalie se todos os CTAs estão sendo acessados. Caso não estejam, isso quer dizer que há algum problema neles. Eles são visíveis? Eles estão posicionados em lugar conveniente?

Essas perguntas ajudam a direcionar o desenvolvedor do site. Outra pergunta importante é: o lead sai da página antes de se encontrar com algum CTA? Isso quer dizer que a atenção dele não chegou à primeira possibilidade de ação.

Isso não é nada bom! É possível usar o heatmaps para otimizar conversões mapeando O QUE está dando errado e ONDE está dando errado.

4. Heatmaps para otimizar conversões: o que o carrinho de compras diz?

Outro ponto interessante que pode ser estudado com os heatmaps é o abandono do carrinho. Ou seja, o cliente já encheu o carrinho, clicou na sua cesta de compra, mas não realizou a ação final.

Com os Mapas de Calor é possível avaliar se ele ficou muito tempo em algum ponto da página ou se clicou em muitos objetos que não possuíam link. O que isso quer dizer? Quer dizer que o seu processo de pagamento está complicado.

O CTA de pagamento pode não estar visível o suficiente. A etapa de pagamento deve ser extremamente rápida, fácil e simples! Não pode dar a oportunidade de o consumidor desistir da compra porque o CTA não está bem posicionado.

5. Simplifique o cadastro

Após o consumidor estar com o seu carrinho cheio e clicar no CTA de pagamento ele será direcionado para o seu primeiro registro.

Se os leads desistirem nesse momento você perceberá pelo heatmap que os usuários estão tendo problemas com formulários muito longos, com botões mal posicionados e caso haja o requerimento de muitas informações.

Faça um formulário breve, eficiente, fácil e com uma interface simples. Nessas páginas, deixe claro quais são as certificações do site, principalmente no momento de acrescentar os dados de pagamento.

É possível utilizar os heatmaps para otimizar conversões de muitas maneiras, pois seu objetivo de modo geral é observar os leads e descobrir quais são as falhas do seu site. Utilize essas informações a seu favor!

Leia também: CRO na Black Friday: como preparar seu e-commerce para a data?

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER