Redação E-Commerce Brasil

A identificação do usuário vai além do Analytics

Terça-feira, 25 de julho de 2017   Tempo de leitura: 2 minutos

Dados mesclado com mídias, CRM, Analytics… como identificar um usuário? Aliás, o que é um usuário para uma ferramenta de web Analytics?  Uma pessoa, um site, um cliente… como as ferramentas leem isso?

Um usuário para essas ferramentas nada mais é do que um cookie – tudo o que fazemos no ambiente online é gravado no cookie e quem lê esse código é o próprio navegador. Ou seja, se meu e-commerce tem em média 10 mil usuários por mês, significa que são 10 mil navegadores distintos visitando-o mensalmente, afirma Vinícius Canola. 

Segundo Vinícius, o universo digital possui várias limitações, das quais quando um cookie é limpado, automaticamente aquele usuário que estava gravado no cookie é perdido e por consequência, toda a informação adquirida sobre ele também. “No online tudo é baseado no comportamento do usuário”, completa.

Quando se trata de uma agência a complexidade se torna ainda maior. A agência deve fazer o que, afinal, para identificar seu usuário? Em quais situações devo usar o analyctis? E só o web Analytics é capaz de dar conta da alta demanda e do comportamento volátil do usuário? 

Citando o exemplo do Vinícius, como identificar um usuário que no mesmo navegador, visitou o Google, Facebook e Bing, seguidamente? Tem como saber se é a mesma pessoa? Sim. O comportamento do exemplo é chamado de Cross Channel e a própria ferramenta de analyctis é capaz de resolver o problema.

“Ferramenta de web analytics é capaz de saber tudo o que acontece dentro do meu ambiente, dentro do meu site”, afirma o palestrante.

Agora, uma pessoa que fez uma conversão no desktop, logo em seguida migrou para o mobile e voltou novamente ao desktop, o web analytics sozinho não é capaz de reconhecer esse usuário, como sendo o mesmo. Essa atitude é chamada de Cross Device. Como os navegadores não são o mesmo o analytics precisa de outra ferramenta para fazer a identificação. Uma integração com o CRM é a melhor solução, aponta Vinícius.

Há inúmeras ferramentas que conseguem ir além do Analycts, porém é preciso desenbolsar uma quantia alta. O palestrante que é gerente da Agência Blinks, afirma “no online não tem como trabalhar com feeling, não dá para aplicar uma campanha sem histórico do cliente”, mas também concorda que não é necessário sair investindo em todas as ferramentas que existem.

Para Vinícius, o melhor é analisar quais são as necessidades reais do seu site, olhar cuidadosamente os dados, saber qual é o seu budget e assim montar uma estratégia que se adequa melhor a você.

Por Giovanna Almeida, da Redação E-commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER