Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

TikTok move trafégo dos EUA para servidores da Oracle

Sexta-feira, 17 de junho de 2022   Tempo de leitura: 5 minutos

O TikTok informou, na sexta-feira (17), que está movendo dados de usuários dos EUA para servidores Oracle armazenados nos Estados Unidos. O anúncio da migração veio após análise de um relatório da companhia que alegava que a equipe do TikTok na China teve acesso aos dados de seus usuários dos EUA em janeiro deste ano.

O relatório do BuzzFeed News, que cita gravações de 80 reuniões internas do TikTok que obteve, afirma que os funcionários americanos do TikTok consultaram repetidamente seus colegas na China para entender como os dados dos usuários dos EUA fluíam porque eles não tinham a “permissão ou conhecimento de como acessar os dados por conta própria”.

O levantamento lança ainda mais dúvidas sobre o envolvimento da gigante do vídeo curto com Pequim, uma acusação de longa data amplificada pelo ex-presidente Donald Trump, e os comentários públicos da empresa sobre a independência de sua unidade nos EUA.

Autoridades dos EUA há anos expressam preocupação de que o TikTok possa permitir que o governo autoritário da China tenha acesso aos dados que a empresa coleta de americanos e usuários de outras nações. O assunto aumentou em setembro de 2020, quando o governo Trump disse que barraria os aplicativos móveis de propriedade chinesa WeChat e TikTok das lojas de aplicativos dos EUA.

O TikTok – assim como sua empresa controladora ByteDance – disse publicamente que nunca entregaria os dados dos usuários dos EUA. A empresa também se engajou com a Microsoft e a Oracle para vender a unidade americana e explorou a venda de participações a investidores americanos para cumprir a ordem de Trump.

O governo Biden revogou a ordem executiva da era Trump e a substituiu por uma que pedia uma revisão mais ampla de vários aplicativos controlados por estrangeiros que poderiam representar uma ameaça à segurança dos americanos e de seus dados.

O TikTok disse em um post na sexta-feira que “100% do tráfego de usuários dos EUA está sendo roteado para o Oracle Cloud Infrastructure” nos Estados Unidos, com um asterisco. “Ainda usamos nossos data centers nos EUA e em Cingapura para backup, mas, à medida que continuamos nosso trabalho, esperamos excluir os dados privados dos usuários dos EUA de nossos próprios data centers e migrar totalmente para os servidores em nuvem da Oracle localizados nos EUA”.

O TikTok disse na sexta-feira que também está “fazendo mudanças operacionais”, incluindo o estabelecimento de uma liderança baseada nos EUA para “gerenciar exclusivamente os dados de usuários dos EUA para o TikTok”.

“Estes são passos críticos, mas há mais que podemos fazer. Sabemos que estamos entre as plataformas mais examinadas do ponto de vista de segurança e pretendemos remover qualquer dúvida sobre a segurança dos dados dos usuários dos EUA”, acrescentou.

Leia também: TikTok anuncia programa de anúncios ‘Pulse’ para conteúdo principal

Fonte: Tech Crunch

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER