Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Tencent, Baidu e Wanda formam uma Joint Venture de U$814M para enfrentar Alibaba

Sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Gigantes da Internet chinesa Tencent e Baidu estão se unindo com o grupo da Wanda para formar um e-commerce joint venture de RMB 5 bilhões (cerca de 814 milhões dólares)  em uma tentativa de desafiar o Alibaba. Wanda, um grupo do mercado imobiliário e de cinema, terá uma participação de 70%, enquanto Tencent e Baidu terão cada uma 15%.

As empresas estão competindo por uma fatia maior do mercado de e-commerce da China, que é o maior do mundo e continua a crescer rapidamente. De acordo com a iResearch, as vendas no varejo online na China crescerão 45,8%, para RMB 2.760.000 milhões (cerca de 446,6 bilhões dólares) este ano. Uma pesquisa da PricewaterhouseCoopers mostrou que um em cada sete chineses fazem suas compras online pelo menos uma vez por dia.

A parceria irá promover plataformas de pagamento on-line da Tencent, incluindo TenPay e Weixin Payment, que são concorrentes de produtos como o Alibaba Alipay. TenPay e Weixin Payment serão agora o método de pagamento preferido para transações em todos os negócios de Wanda, incluindo as suas salas de cinema. Tencent também irá beneficiar com acesso à filmes, TV e programas online que a Wanda possui.

Em um comunicado conjunto, as companhias disseram que “o JV ressalta o compromisso da Tencent para enriquecer o nosso ecossistema O2O e entregar uma experiência superior aos nossos usuários por meio da conexão com bens, serviços e empresas.” As compras nline-to-off-line são especialmente importantes para a Tencent, tanto que procuram capitalizar os 396 milhões de usuários de sua plataforma de mensagens popular WeChat.

As empresas acrescentam “os três parceiros irão aprofundar a colaboração em iniciativas tais como a partilha de tráfego, mídia e publicidade, compartilhamento de recursos, benefícios dos associados, pagamento e finanças na internet, big data, etc”.

O JV é o mais recente de vários movimentos que a Tencent fez para desafiar o Alibaba, dado que estas últimas ações se movem em direção ao seu tão aguardado IPO. Por exemplo, em maio, a empresa que gastou 187 milhões de dólares por uma participação de 11,3% na NavInfo, uma das maiores empresas de mapeamento da China. O negócio foi tão notável que o Alibaba comprou recentemente o provedor de mapeamento móvel AutoNavi Holdings, uma das principais concorrentes da NavInfo, que alimenta seus serviços de e-commerce baseados em localização.

Antes disso, a Tencent adquiriu uma participação de 15% e formou uma parceria estratégica com JD.com. JD.com é muito menor que o Alibaba, mas é a segunda maior empresa de comércio eletrônico da China, e em rápido crescimento.

O acordo veio depois que a JD.com e Tencent lançaram uma nova iniciativa de plataforma aberta móvel para atrair desenvolvedores, investindo US $ 195 milhões na empresa de logística China South City.

Por: TechCrunch

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER