Redação E-Commerce Brasil

Temer assina acordo sobre e-commerce com a China

Sexta-feira, 01 de setembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

No segundo dia da visita oficial à China, nesta sexta-feira (1), o presidente Michel Temer assinou 14 acordos internacionais com o país oriental, incluindo um memorando de entendimento sobre e-commerce.

Segundo Marcos Pereira, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços que acompanha o presidente na viagem, o comércio eletrônico é um tema que vem ganhando espaço nos fóruns internacionais.

“A parceria com a China vai promover um ambiente favorável para trocarmos experiências, fortalecermos e diversificarmos nossas ações, sempre em diálogo com o setor privado”, destacou Marcos Pereira.

Ele diz que, com o intercâmbio de informações, será possível avançar em questões como promoção e regulação do comércio eletrônico. “Será possível ainda conhecer como as empresas dos dois países lutam contra fraudes e como são realizadas medições e estatísticas do setor”, completou.

Em março, Gabriel Lima, especialista em comércio eletrônico, representou o Brasil em reunião da ONU que colocou lado a lado países do BRICS para discutir o e-commerce nesses mercados emergentes.

“Acho interessante a comparação do Brasil com outros países BRICS, pois apesar de termos problemas comuns, vejo que somos muito desenvolvidos no que tange ao ambiente competitivo da cadeia de fornecedores”, afirmou Lima em entrevista ao E-Commerce Brasil, em maio.

“A China, por outro lado, está mais evoluída, seja do ponto de vista de infraestrutura, seja na questão de pagamentos online, mas também sofre com problemas de capacitação de mão de obra”, comparou.

Recebido pelo presidente da China, Xi Jinping, Temer está em missão em busca de investidores para o pacote de concessões do governo federal.

Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, parte dos atos assinados contempla acordos bilaterais entre os dois países, além de parcerias privados, que, segundo o governo brasileiro, devem gerar negócios e investimentos no Brasil. No total, o setor privado assinou oito atos.

Veja alguns dos acordos fechados entre Brasil e China:

  • Acordos para facilitação de vistos de turismo e de negócios entre os dois países
  • Parceria para coprodução cinematográfica entre Brasil e China
  • Memorando de entendimento sobre comércio eletrônico
  • Licenciamento da Fase 2 da Usina de Belo Monte
  • Memorando de entendimento entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Associação Chinesa de Futebol (CFA) sobre cooperação no esporte
  • Acordo-quadro entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Sinosure para prestação de garantias a investidores chineses no Brasil
  • Contrato de Financiamento da China Communication and Construction Company (CCCC) para Construção do Terminal de Uso Privado no Porto de São Luís

Com informações do G1 e da Agência Brasil

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.