Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Tecnologias de inovação em logística ajudam negócios a crescer

Thursday, 16 de December de 2021   Read time: 4 minutes

Pensando em facilitar a performance de vendedores que utilizam a Amazon como um canal para comercializar seus produtos, a empresa disponibiliza novas tecnologias que visam gerar maior conveniência para o cliente, expansão de negócios e melhoria na performance de sellers.

Luis Mandarino, gerente sênior de marketplace na Amazon, esteve presente no Congresso E-Commerce Brasil do Rio Grande do Sul

Para falar sobre essas ferramentas, Luis Mandarino, que é gerente sênior de marketplace na Amazon, esteve presente no Congresso E-Commerce Brasil do Rio Grande do Sul este mês. “Tentamos fazer com que a vida do vendedor seja mais fácil e que isso impacte positivamente para o cliente, para conseguir entregar a melhor experiência possível”, afirma ele. Conheça as tecnologias.

Expansão logística

No último ano, o RS ganhou um Centro de Distribuição. Com mais de 12 CDs espalhados pelo Brasil, é possível atender 700 municípios, com entrega mais rápida para quem é cliente Prime (em até 2 dias úteis), além de outros benefícios. 

Segundo Mandarino, o atendimento da Amazon facilita para aqueles que não têm equipe suficiente para realizar esse processo. “O CD também possibilita conciliar fretes competitivos para locais que jamais foram cogitados antes”, complementa.

Programa FBAOS

Esse é o programa de logística da Amazon que vai até o CD do vendedor e faz a coleta e entrega. “Te deixa focar nos seus clientes e suas entregas ficam sob responsabilidade da Amazon”, explica ele. 

Além disso, o seller acaba aproveitando das vantagens do selo Prime, que garante uma entrega mais rápida, já que a Amazon faz a coleta diariamente e entrega os produtos dessa categoria dentro de um prazo de até 2 dias úteis.

Programa FBA

Aqui, a logística é fulfillment. O vendedor envia os produtos para o CD da Amazon e lá é feito o armazenamento e envio. “Com essa tecnologia, você se preocupa menos, porque depois de entregar, nós fazemos toda a cadeia de empacotamento, devoluções, envio, atendimento, etc.”

Contudo, esse produto foi lançado em dezembro do ano passado e não está disponível para o Rio Grande do Sul. 

Delivery by Amazon 

Nessa modalidade, os vendedores podem utilizar os serviços logísticos da Amazon. Mas, nesse caso, o seller deve embalar e etiquetar para que a Amazon faça a entrega para os clientes. Dessa forma, as empresas têm acesso à velocidade e custo mais barato e podem praticar preços mais competitivos nos produtos.”Acaba fazendo com que os vendedores possam crescer, aumentar a competitividade e oferecer uma experiência melhor para o cliente”, finaliza Mandarino.

Por Marina Teodoro, da redação do E-Commerce Brasil

Leia também: Com quase 2 anos de pandemia, quais são as certezas e incertezas econômicas para 2022?

Leave your comment

0 comments

Comments

Your email address will not be published.

Commenting as Anonymous

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER