Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Sustentabilidade deve fazer parte da agenda de negócios

Quinta-feira, 23 de junho de 2022   Tempo de leitura: 4 minutos

Nos últimos anos, observamos o aumento exponencial da presença das empresas no ambiente digital, especialmente por meio do e-commerce. No mesmo sentido e com a mesma intensidade, vimos crescer as discussões relacionadas à pauta da sustentabilidade, que é urgente e demanda sinergia com as atividades econômicas. Não há mais espaço no mundo dos negócios para pensar em desenvolvimento econômico de maneira desconectada da estratégia de ESG, sigla que vem do inglês Environmental (Ambiental, E), Social (Social, S) e Governance (Governança, G).

Bulb with plant growing inside

Na RD Marketplace, esse modo de pensar é também um modo de agir. O grupo RD tem a ambição de ser, até 2030, o que mais contribui para uma sociedade mais saudável no Brasil. A rede estabeleceu 35 compromissos de Sustentabilidade e como parte integrante do grupo, a RD Marketplace está envolvida nos três pilares principais da estratégia: Pessoas + Saudáveis, Negócios + Saudáveis e Planeta + Saudável. E o caminho para concretizar este plano passa pelo engajamento de seus parceiros de negócios.

Como uma empresa de promoção de saúde e bem-estar, diversa, inovadora e contemporânea, a RD Marketplace tem um papel fundamental nessa transformação, e procura empresas parceiras, dispostas a embarcar nesta jornada, proporcionando uma experiência de saúde integral cada vez mais completa, facilitando o acesso à produtos de saúde e bem-estar aos brasileiros.

A digitalização do relacionamento com os clientes é essencial para uma estratégia de longo prazo, já que os clientes que utilizam os canais digitais são mais fiéis, engajados e têm ampliado o ticket médio em 20% a 25%.

Daí, a importância sobre o monitoramento e a governança dos parceiros nos aspectos ESG, a fim de trazer mais transparência para os negócios e para os consumidores. Por isso a RD-RaiaDrogasil realiza periodicamente treinamentos, workshops e mapeamento das categorias críticas em relação a riscos e oportunidades socioambientais.

Além disso, o Programa de ESG na Cadeia de Fornecedores, conta com um grupo de trabalho com representantes das áreas de compras, governança de fornecedores, sustentabilidade e jurídico, que estabelecem critérios ESG para a avaliação na hora da contratação de parceiros comerciais. E para manter seus fornecedores alinhados com as estratégias da empresa, os parceiros têm acesso à plataforma de treinamentos com temas como o código de conduta, compliance, sustentabilidade e diversidade. Tudo isso como parte do planejamento com foco em criar novos espaços para o desenvolvimento da agenda ESG entre os sellers parceiros.

Leia também: Gestão e Operação: empresas intensificam busca por conexões inteligentes para atender o mercado

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER