Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Shoppings centers planejam faturar R$ 3 bi em Black Friday deste ano

Terça-feira, 19 de novembro de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Lançada no Brasil em 2010, a Black Friday já é uma data aguardada pelos brasileiros. Segundo um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (ALSHOP), a estimativa é de um crescimento nas vendas de 18% em relação ao ano passado. Além disso, o varejo físico espera um faturamento acima de R$ 3 bilhões.

Lojas de shoppings centers no Brasil terão promoções de Black Friday

Segundo os associados à ALSHOP, os segmentos mais procurados da Black Friday são: eletroeletrônicos, vestuário, perfumaria e cosméticos. Além das lojas, os supermercados também deverão fazer promoções, porém menos agressivas. Entre os produtos deste segmento que estarão em promoção, destacam-se vinhos, licores e chocolates.

Motivos para ir às compras

Entre os principais motivos deste aumento estão a queda na taxa de juros, liberação do FGTS, PIS/PASEP e pagamento da primeira parcela do 13º salário.

“Com a baixa na SELIC, o acesso ao crédito melhorou e muitas famílias puderam sair do vermelho por conta da liberação do FGTS”, explica Luís Augusto Ildefonso, diretor institucional da ALSHOP.

Pesquisa realizada pelo Google em parceria com a Provokers mostra que as intenções de compra estão 58% maiores este ano em comparação a 2018. Além disso, o interesse em comprar em lojas físicas começa a se igualar à procura pelas lojas online — que tem maior destaque pelas promoções dos e-commerces.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.