Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Shopee ultrapassa Mercado Livre na lista de preferência dos consumidores

Sexta-feira, 14 de janeiro de 2022   Tempo de leitura: 3 minutos

O marketplace de Cingapura Shopee já está no Brasil há alguns anos, mas cada vez mais conquista os consumidores brasileiros. É o que aponta um levantamento realizado pelo Bank of America Merrill Lynch (BofA). De acordo com os dados da pesquisa, a Shopee ultrapassou o Mercado Livre, que liderava o ranking até então, em termos de NPS (Net Promoter Score), a avaliação dos consumidores sobre a plataforma.

Shopee

Em quatro das cinco regiões do Brasil os consumidores avaliaram a Shopee como o melhor marketplace. Na região sudeste, ela empata com o Mercado Livre. Além disso, o NPS da empresa subiu de 60 para 64 desde o último levantamento, em setembro.  Preço e usuários ativos no aplicativo também estão acima da média dos demais marketplaces: são atualmente 43,6 milhões de cadastros.

Além do Mercado Livre, a Shopee também está a frente do Magazine Luiza, que apresentou piora na percepção dos consumidores, e da Via — dona das Casas Bahia e Ponto Frio.

Fenômeno Shopee

No Brasil, o crescimento da Shopee se justifica pela entrada de lojistas brasileiros no catalogo, que são responsáveis por maior parte das vendas do marketplace em território nacional.

Ainda em janeiro, a Nubank Shopping anunciou a entrada da Shopee, com cupom de R$ 10 para os clientes usarem a plataforma.

Os concorrentes da gigante singapurense já começam também a fazer pressão para que a companhia fiscalize a origem dos produtos e seja cobrada corretamente das taxas e impostos dos produtos que são importados.

Em dezembro, a Shopee firmou um acordo com o Procon-SP para fiscalizar e proibir a venda de itens falsos ou contrabandeados dentro da plataforma. Outra parte do acordo envolvia só vender os produtos com nota-fiscal, além de garantir o reembolso imediato para entregas fora do prazo.

Centro de Distribuição

Em dezembro de 2021, a Shopee anunciou ainda a inauguração de um centro de distribuição em Barueri, São Paulo, onde estão localizados galpões de outras grandes empresas. Uma unidade logística ajudará a empresa a ter entregas mais rápidas e competitivas para os vendedores que já estão no Brasil.

Centro de distribuição Shopee
Centro de distribuição da Shopee em Barueri, na Grande SP. Imagem: Reprodução

Fonte: Seu Dinheiro

Leia também: Webrooming: 59% dos consumidores vão procurar por um produto online e o adquirir em loja, aponta pesquisa.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER