Redação E-Commerce Brasil

Sellpy, loja online de segunda mão da H&M, é lançada em mais 20 países

Segunda-feira, 14 de junho de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

A loja sueca de segunda mão Sellpy, que é controlada majoritariamente pela gigante da moda H&M, informou na semana passada que abrirá filiais em mais 20 países europeus, em uma aposta que a demanda por moda sustentável continuará crescendo.

A startup cuida de todo o processo de venda, desde a retirada da mercadoria na casa dos vendedores até fotografia, venda e envio. A expansão levará seu número de lojas para 24 após seu primeiro lançamento em 2014 na Suécia.

A Sellpy disse em um comunicado que a segunda mão é um dos segmentos de mercado de crescimento mais rápido dentro da indústria da moda.

“Cada peça de roupa comprada economiza recursos para o nosso planeta. A demanda em nossos novos mercados está crescendo rapidamente”, disse o chefe de expansão, Gustav Wessman.

À medida que os consumidores se tornam cada vez mais conscientes sobre as origens e a sustentabilidade de suas roupas, a indústria da moda está sendo pressionada por alimentar uma cultura do descartável.

Investimento da H&M na Sellpy

O grupo H&M, que está em perspectiva de fontes de receita adicionais após alguns anos difíceis com vendas em muitas lojas H&M, comprou sua primeira participação na Sellpy em 2015.

A H&M investiu mais de 20 milhões de euros (US$ 24,38 milhões) na Sellpy e detém cerca de 70% da empresa, disse Wessman à Reuters.

A Sellpy iniciou uma colaboração com a H&M que lhe dá acesso a um armazém da gigante varejista na Polónia, bem como serviço em torno da distribuição, controle de qualidade de roupas e pedidos.

No início deste mês, a Vinted, sediada na Lituânia, arrecadou 250 milhões de euros (US$ 305 milhões) para expandir ainda mais na Europa, e disse que a arrecadação de fundos colocou uma avaliação pré-monetária sobre o negócio de 3,5 bilhões de euros.

De acordo com a Sellpy, mais de nove milhões de roupas foram vendidas em sua plataforma.

Leia também: Enjoei faz parceria para facilitar integração de lojas no marketplace

Fonte: Reuters

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER