Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Reputação de remetente é um dos principais fatores para entrega na caixa de entrada

Quinta-feira, 02 de junho de 2016

Reclamações de usuários, envio de mensagens a destinatários desconhecidos e falta de engajamento de assinantes são alguns dos fatores que podem arruinar a reputação de um remetente com os provedores de e-mail, impactando negativamente a entrega na caixa de entrada. Essas informações fazem parte do Relatório de Benchmark do Sender Score 2016 (https://returnpath.com/pt-br/downloads/2016-sender-score-benchmark/), produzido pela Return Path, com base na análise de mais de quatro trilhões de e-mails comerciais enviados em 2015.

O estudo revela que as marcas que possuem reputação de remetente mais altas alcançam o público pretendido de maneira consistente. Esse seleto grupo, com pontuação no Sender Score entre 91 e 100, registrou, no ano passado, taxa de entrega de 95% e apenas 0,17% das mensagens foram bloqueadas ou marcadas como spam. Já remetentes com reputação considerada boa (81-90) apresentaram índice de entrega cinco pontos percentuais abaixo das anteriores e taxa de reclamação (marcação como spam) próxima a 1%. “Ter boa reputação já não é mais suficiente. É preciso atingir a excelência para superar os concorrentes e chegar à caixa de entrada dos usuários”, alerta Rafael Viana, Email Strategist da Return Path. “Monitorar a reputação de forma constante através do Sender Score e implementar as melhores práticas da indústria é fundamental para o sucesso das campanhas de e-mail marketing”, completa.

Ao consideramos remetentes com pontuações de reputação inferiores, como os classificados entre 71 e 80 pontos, nota-se uma alteração significativa de resultados: 76% de alcance à caixa de entrada e 2,19% de reclamações de spam. No caso de marcas que pontuaram no Sender Score abaixo de 70, apenas pouco mais da metade das mensagens enviadas foram efetivamente entregues.

TAXA DE RECLAMAÇÃO DE SPAM

Nota no Sender Score 2014 2015
91 – 100 0,16% 0,17%
81 – 90 0,79% 0,94%
71 – 80 1,81% 2,19%

TAXA DE ENTREGA

Nota no Sender Score 2014 2015
91 – 100 92% 95%
81 – 90 79% 90%
71 – 80 58% 76%
61 – 70 36% 55%
51 – 60 20% 32%
41 – 50 13% 21%
31 – 40 11% 16%
21 – 30 10% 14%
11 – 20 6% 8%
0 – 10 2% 2%

Sender Score – Fonte de dados do relatório da Return Path, o Sender Score é um proxy de avaliação da reputação de endereços de IP que enviam mensagens comerciais e indica sua confiabilidade como remetente de e-mail. Para estabelecer a pontuação da reputação são considerados fatores como reclamações de spam, envio de mensagens para usuários desconhecidos, engajamento de assinantes, whitelists e blacklists da indústria, entre outros fatores. Ao final, a reputação dos remetentes é representada com pontuação entre 0 e 100.

Consulta de pontuação e download gratuitos – É possível consultar o Sender Score de sua marca gratuitamente, no sitewww.senderscore.org. O Relatório de Benchmark do Sender Score 2016 pode ser baixado, também de forma gratuita, no site da Return Path (https://returnpath.com/pt-br/downloads/2016-sender-score-benchmark/).

Como aumentar a reputação da marca – Há muitos fatores que compõem a reputação de uma marca. Por exemplo, para provedores de e-mail, mensagens classificadas como spam são fortes sinais de que o conteúdo é indesejado. Pensando nisso, os especialistas da Return Path sugerem 10 boas práticas que vão auxiliar remetentes a aumentar sua reputação e capacidade de entrega. O manual completo pode ser baixado no site da empresa (https://returnpath.com/wp-content/uploads/2015/05/15Q2_LATAM_ALL_WF_Checklist-Como-entregar-na-caixa-de-entrada_BR.pdf):

  1. Controle sua reputação – seja a de seu domínio remetente (caso envie e-mails de IP compartilhado) ou a de seu endereço de IP dedicado;
  2. Saiba o Sender Score de seus domínios ou endereços de IP de envio;
  3. Identifique métricas de reputação problemáticas;
  4. Garanta que links para descadastro de usuários funcionem e estejam visíveis;
  5. Autentique seus domínios de envio;
  6. Dê atenção às reclamações de usuários;
  7. Saiba quais dispositivos seus usuários utilizam para ler e-mails;
  8. Otimize suas campanhas para todos os dispositivos;
  9. Garanta que todas as URLs estejam funcionando; e
  10. Segmente sua lista com base no engajamento de seus usuários.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.