Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Relatório de Mary Meeker mostra que mobile ainda tem muito a crescer

Terça-feira, 10 de junho de 2014

O relatório Internet Trends (tendências da internet), da Mery Meeker, analista de firma de investimento KPCB, é um dos estudos mais aguardados todos os anos. A mais recente versão, apresentada na conferência Code Con, há duas semanas, mostra que apesar de já ter atingido uma penetração gigantesca, o mercado de internet pelo celular ainda vai crescer muito mais.

No último trimestre de 2013 foram colocados no mercado 315 milhões de smartphones, 29% do que no mesmo período do ano anterior. É um volume e crescimento espantosos, mas o mais surpreendente é que apesar disso, o total de usuários de smartphones ainda é apenas 30% do total de usuários de celulares. Isso significa que ainda há muito espaço para a venda de aparelhos desse tipo.

O crescimento da penetração de smartphones é importante porque é só com esse tipo de aparelho que é possível acessar convenientemente serviços online, comprar músicas, baixar videos, entrar em redes sociais etc.

Tablets em crescimento
crescimento tablets
Tablets vendem mais do que notebooks e desktops

A venda de tablets, que começou somente em 2010, ultrapassou em muito o total de unidades vendidas de notebooks e desktops. Foram comprados 80 milhões de tablets no último trimestre de 2013 contra menos de 50 milhões de notebooks e 35 milhões de computadores desktop. Ou seja, para muita gente, o primeiro computador é o tablet, não mais um desktop ou notebook. E para outras, em vez de comprar um novo notebook, o artigo preferido é um tablet.

A penetração de tablets no total da população ainda é pequena. São apenas 439 milhões de usuários de tablets enquanto existem 5,2 bilhões de telefones celulares e 5,5 bilhões de televisores. Isso significa que ainda vai se vender muitos tablets pelos próximos anos.

Ásia e África

Em regiões como Ásia e África, o percentual de uso de internet pelo celular é muito maior do que a média mundial, de 25%. Na Ásia 37% do uso da web é feita no celular, enquanto na África é 38%. Na Ásia, esse percentual pode estar ligado com a qualidade das redes de banda larga móveis, que permitem que as pessoas naveguem por muito mais tempo. Na África, o celular é muitas vezes o único meio de acesso à rede.

Apesar do crescimento do uso do celular para acesso à internet, a indústria da publicidade mobile está muito atrás em volume de investimento. Mesmo nos Estados Unidos, onde o tempo gasto com mobile é 20% do total da dedicação a todas as mídias (incluindo TV, rádio e jornal), apenas 4% do investimento de mídia é nessa plataforma.

A venda de aplicativos e o comércio de itens de dentro de aplicativos ainda é a forma majoritária de ganhar dinheiro com celulares. A receita com aplicativos é 68% do total de US$ 38 bilhões do mercado mobile global.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER