Redação E-Commerce Brasil

Reclamações do Procon na Black Friday: último balanço aponta fast food na liderança

Segunda-feira, 02 de dezembro de 2019   Tempo de leitura: 12 minutos

O @proconsp, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, divulga o último balanço da semana sobre a Black Friday. Ele reúne dados até as 12 horas dessa segunda-feira (2/12). Já foram realizados 1.079 atendimentos, sendo 653 registros de reclamações e 426 consultas e orientações (151 e redes sociais).

As redes de fast food Burger King e McDonald’s seguem como as empresas mais reclamadas, com 77 e 73 demandas, respectivamente. Ambas foram notificadas em razão do aplicativo do Mercado Pago, meio de pagamento para ter acesso à promoção de lanches, estar inoperante. O McDonald’s ainda recebeu uma segunda notificação pela inoperância do próprio aplicativo, que também seria meio de acesso para ofertas exclusivas. A B2W Companhia Digital ocupou a terceira posição, com 62 reclamações.

As empresas responderão a um processo administrativo e podem ser multadas. O principal motivo de reclamação foi produto e/ou serviço indisponível com 195 registros. Veja os dados aqui.

Black Friday 2018

Em comparação com o ano passado, em que foram registrados 742 atendimentos referentes à Black Friday (478 reclamações e 264 consultas e orientações), houve um aumento de 45%.

Nesse ano, os consumidores também contaram com o aplicativo e o Instagram do @proconsp para registrar suas reclamações e tirar suas dúvidas. Isso possivelmente contribuiu para o aumento do número.

Fiscalização

Equipes da capital do @proconsp fiscalizaram nos dias 28 e 29 de novembro 41 estabelecimentos na capital e encontraram irregularidades em 33 (80%). A falta de informação foi o principal problema encontrado. Lojas não indicavam ao consumidor o preço anterior à Black Friday, impossibilitando a análise do desconto. Além disso, apresentavam folhetos sem o destaque da marca ou modelo do produto em oferta.

Veja aqui a relação dos locais autuados.

Equipes dos núcleos regionais de Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Santos, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sorocaba também fiscalizaram estabelecimentos em treze cidades do interior e litoral no dia 29 de novembro.

Foram visitados 164 locais e encontradas irregularidades em 110 (67%). O Procon de São Carlos também participou da ação. Confira os estabelecimentos autuados.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.