Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Pinterest vê ganhos ameaçados por concorrência no 1º tri

Sexta-feira, 29 de abril de 2022   Tempo de leitura: 4 minutos

Apesar de registrar receita de US$ 575 milhões, superando em US$ 2 milhões a expectativa para o índice, o Pinterest ainda se vê ameaçado pela competição com o TikTok. A ascensão da mídia social chinesa,  principalmente quando se trata de comércio social, está superando a natureza do aplicativo e tomado lugar no imaginário do usuário.

O comum, no momento, é comentar sobre algo que o TikTok motivou o usuário a comprar, apesar do Pinterest ter contribuído de forma direta para isso com seu estilo pinboard. De acordo com a companhia, esse é um desafio a ser superado para estabelecer-se como destino para a próxima geração de compradores online.

Portanto, mesmo com a subida no sarrafo com a receita gerada nos três primeiros meses de 2022, o declínio de usuários é o que preocupa o Pinterest. A empresa informou que seus usuários ativos mensais globais diminuíram 9% em relação ao mesmo período do ano passado, para 433 milhões no trimestre, abaixo das expectativas de 437,9 milhões.

Mas o Pinterest também afirmou que sentiu os impactos do menor tráfego de pesquisa e do “tempo gasto pelas pessoas em plataformas competitivas”. Enquanto o primeiro foi atribuído a um ajuste do algoritmo de busca do Google no trimestre, o segundo foi mais uma referência indireta ao TikTok e aplicativos adjacentes.

Pinterest: movimentação

Os investidores analisaram o declínio do usuário na chamada de ganhos subsequente com foco em entender melhor como o Pinterest estava enfrentando a ameaça do TikTok. A plataforma explicou que está investindo no último ano e meio em seus novos recursos de vídeo, como Idea Pins — espécie de junção de vídeos curtos e storytelling.

Esses Pins visam atrair criadores para o site do Pinterest, permitindo que eles gravem e editem vídeos criativos com ferramentas comuns como gravação de narração, música de fundo, transições e outros elementos interativos.

O Pinterest reconheceu que teve que fazer uma quantidade significativa de trabalho para alcançar onde o mercado estava indo com o vídeo, mas acredita que agora está começando a ver alguma tração.

O Pinterest também planeja desenvolver novos recursos de publicação para vídeo, inclusive aproveitando sua aquisição mais recente, Vochi, que ajudará os criadores a criar vídeos melhores com maior probabilidade de inspirar ação.

No mais, criadores da mídia social estão recebendo mais recompensas, além de uma API do Pinterest para compras ter sido lançado e um novo recurso chamado Your Shop testado. O último, por sua vez, oferece uma experiência personalizada aos usuários conectando-os a produtos de que podem gostar.

Leia também: Pinterest anuncia integração com WooCommerce

Fonte: Tech Crunch

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER