Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Pinterest adquire The Yes, startup de compras com inteligência artificial

Sexta-feira, 03 de junho de 2022   Tempo de leitura: 7 minutos

Há poucos dias mostramos alguns dados do Pinterest Presents, evento anual da plataforma. Entre os destaques apresentados, chamou a atenção o número de 94% dos usuários se sentirem mais inspirados a novas ideias dentro do aplicativo. A fim de otimizar a experiência de compra online na plataforma, o Pinterest agora anuncia a aquisição da plataforma de compras The Yes.

Imagem do ícone do Pinterest no celular
Nova aquisição do Pinterest, a The Yes cria um feed de compras diário personalizado. A partir disso, aprende o estilo do usuário enquanto ele faz compras em centenas de e-commerces de moda.

Fundado em 2018 pela veterana do e-commerce e ex-COO da Stitch Fix, Julie Borstein, e o co-fundador Amit Aggarwal, o serviço de compras baseado em Inteligência Artificial já é bastante conhecido. Apesar de os termos do acordo ainda não terem sido divulgados, a aquisição ajudará a estabelecer uma nova organização estratégica dentro do Pinterest. Neste caso, para ajudar a impulsionar os esforços de compras da empresa — incluindo o desenvolvimento de recursos para compradores e varejistas, diz a empresa.

Leia também: iFood lança moto elétrica de R$ 10 mil para entregadores e defende sustentabilidade

A The Yes chega em um momento em que o Pinterest está tentando navegar por uma mudança na forma como as pessoas compram online. Enquanto os usuários confiavam no quadro de imagens da plataforma para encontrar inspiração, hoje eles são mais atraídos pelo conteúdo do criador, vídeo e feeds altamente personalizados. Portanto, a The Yes pode ajudar com o último, dada a tecnologia que roda sob o seu sistema.

IA conhece o estilo da pessoa durante navegação

Interessante mencionar que a The Yes criou um feed de compras diário personalizado. Ou seja, ele aprende o estilo do usuário enquanto ele faz compras em centenas de e-commerces de moda. Focado principalmente na moda feminina — incluindo roupas, bolsas e acessórios —, o aplicativo era diferente dos esforços anteriores de Bornstein na Stitch Fix. Antes, incluía estilistas humanos escolhendo itens para enviar a compradores mais passivos que queriam ser surpreendidos por novos achados em suas compras mensais.

Por outro lado, a The Yes atendeu a quem realmente navega e faz compras online de forma mais ativa. Além disso, ofereceu uma ampla gama de marcas no seu portfólio, que ia de Gucci, Prada e Erdem, até marcas contemporâneas, como Vince e Theor; marcas diretas ao consumidor, como Everlane e La Ligne; e marcas cotidianas, como a Levi’s.

Leia também: E-commerces de revenda mostram que lojas físicas são vitais para o setor

O Pinterest ainda tem muito a ganhar com a aquisição da The Yes. Afinal, a marca também construiu uma extensa taxonomia de moda que usou a experiência humana e o aprendizado de máquina para impulsionar seus algoritmos de busca de moda. Ou seja, o Pinterest entendeu que esse sistema pode ser desenvolvido ainda mais para expandir além do vestuário tudo para alcançar outras categorias populares em seu site, como casa, beleza e comida.

Experiência aos criadores do Pinterest

Isso provavelmente também está relacionado aos crescentes esforços do Pinterest para atrair criadores para sua plataforma. Hoje, os criadores publicam vídeos e transmissões ao vivo projetados para incentivar os usuários do Pinterest a comprar os produtos que estão recomendando. À medida que os usuários assistem ao conteúdo e depois acessam o feed do Pinterest, eles podem descobrir mais produtos e o algoritmo fica mais inteligente conforme a navegação.

Após o fechamento do acordo, o Pinterest diz que Bornstein se reportará diretamente ao co-fundador e CEO do Pinterest, Ben Silbermann. Neste caso, terá a tarefa de liderar a visão e a estratégia de compras no Pinterest em seu novo papel como vice-presidente sênior de compras no Pinterest. Isso também envolverá a criação de uma nova organização dedicada a esforços de compras orientados ao gosto no Pinterest. Além disso, a equipe de 40 pessoas do The Yes também se juntará ao Pinterest após o fechamento da transação.

Leia também: Integração pode permitir pagamento de última geração em empresas não-financeiras

“A equipe da The Yes é especialista em construir uma experiência de compra de ponta a ponta”, disse Silbermann. “Eles compartilham nossa visão de tornar simples encontrar os produtos certos que são personalizados para você com base no seu gosto e estilo. Estamos muito empolgados com a talentosa equipe e tecnologia da The Yes enquanto criamos experiências de compras dedicadas no Pinterest”, acrescentou.

Compras de moda orientadas pela IA

O Pinterest viu esse acordo como uma maneira de trazer uma combinação de grandes talentos, experiência e tecnologia para ajudar a acelerar sua visão de tornar o Pinterest um novo lar para compras orientadas pelo gosto do consumidor.

“Passei minha carreira na interseção de compras, moda e tecnologia. Por conta disso, vi em primeira mão o impacto valioso da construção de tecnologia que permite que as marcas se unam à uma plataforma com facilidade, permitindo que os clientes compartilhem suas preferências”, disse Bornstein. Segundo ela, unir forças com uma plataforma tão inspiradora como o Pinterest para ampliar o alcance é um próximo passo empolgante e ideal para sua equipe e tecnologia.

Como resultado da aquisição, a The Yes encerrará seu aplicativo e site e se concentrará apenas no Pinterest. A empresa espera que o acordo seja fechado no segundo trimestre de 2022.

Fonte: TechCrunch

Leia também: Brasil é vanguarda na adoção de pagamentos digitais

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER