Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

80% das empresas estão nos estágios iniciais do marketing digital no Brasil

Segunda-feira, 22 de abril de 2019   Tempo de leitura: 4 minutos

Utilizado pelas empresas para atrair novos negócios, o marketing digital brasileiro ainda caminha para alcançar os resultados de grandes potências. O Brasil, no entanto, está entre os países com o maior percentual de investimento na América Latina, com 24,4% da verba investida neste tipo de mídia. Em comparação, a média global é de 43,5%, segundo relatório divulgado pela McKinsey & Company em parceria com a Associação Brasileira de Anunciantes (ABA). A pesquisa também aponta que 80% das empresas ainda estão nos estágios iniciais do marketing digital.

O relatório classificou as empresas em quatro níveis de maturidade: Líderes, Ascendentes, Emergentes e Iniciantes. Nessa última categoria se enquadram as empresas que ainda não iniciaram o processo de digitalização do marketing.

Para o especialista em tecnologia, João Paulo Gonçalves, CEO da Lista Mais, plataforma de busca de pequenas empresas e profissionais liberais locais, muitas empresas ainda não passaram pela transformação digital, o que dificulta a divulgação. “Muitos negócios brasileiros não passaram nem pelo primeiro estágio para qualquer empresa ter presença na internet, ter um site ou página nas redes sociais”, comenta.

Após a fase de criação de site, existe a necessidade de divulgação das empresas na internet, momento em que muitas empresas ficam estagnadas ou no qual a maioria das organizações não têm sucesso. “Existem negócios que têm site, mas não detêm o mínimo de conhecimento de marketing digital, o que dificulta as escolhas dos canais corretos e a definição das estratégias mais eficientes de divulgação, pois não basta estar na web”, sinaliza, Gonçalves.

Entre as falhas mais cometidas pelas empresas estão a ausência de planejamento e de ferramentas básicas, além da dificuldade para mensurar os resultados. “Grande parte das companhias não conseguem definir objetivos básicos, o que impacta negativamente na escolha de ações e, consequentemente, na avaliação dos resultados”, comenta Gonçalves.

Segundo o especialista as empresas que utilizam ferramentas de mensuração conseguem ter um melhor controle de como está sendo utilizada a verba investida nos canais digitais. A falta de investimento é apontada como mais um empecilho enfrentado, principalmente pelas micro, pequenas e médias empresas.

Além disso, é preciso ficar de olho nas novidades do mercado e no comportamento do consumidor. “O vídeo, por exemplo, é uma grande tendência; um levantamento do Google apontou que a preferência por vídeo aumento quatro vezes em comparação a leitura. Até 2020, a previsão é que 82% da audiência seja em vídeo. As empresas que não começarem a investir nessas tecnologias poderão enfrentar dificuldades para se manterem competitivas”, comenta Gonçalves.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.