Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Pesquisa aponta hábito de trabalhadores na internet

Terça-feira, 17 de março de 2015

Uma pesquisa da Intel com trabalhadores de diversos países revela que a maioria dos profissionais utiliza seus dispositivos pessoais para alguma atividade profissional e, também, que a maioria usa computadores e dispositivos móveis cedidos pela empresa para atividades pessoais. 

A pesquisa foi conduzida pela empresa MSI Research com 2.500 entrevistados com idades entre 18 a 65 anos nos Estados Unidos, Canadá, Espanha, Reino Unido, Alemanha, Itália, França, Holanda, Japão, Índia, Brasil e México. No Brasil, foram entrevistadas 200 pessoas. 

Veja os principais resultados da pesquisa no Brasil: 

  • Quando estão no trabalho, 86% dos entrevistados disseram que passam mais de três horas por dia na Internet por razões relacionadas à sua função na empresa; 39% afirmam que também passam mais de 3 horas por dia na Internet trabalhando mesmo quando estão em casa.   
  • A maioria das pessoas usa o dispositivo corporativo para atividades pessoais como checar e-mails (84%), realizar atividades bancárias (52%) ou fazer compras online (34%). 
  • 65% dizem usar o smartphone pessoal para trabalhar, enquanto 38% usam laptop pessoal para suas atividades profissionais. 
  • 70% das pessoas se dizem preocupadas ou muito preocupadas com a segurança da informação quando estão trabalhando fora do escritório. 
  • 49% afirmam se conectar a redes Wi-Fi com o laptop da empresa, mesmo sem saber se é seguro. 
  • 71% dos entrevistados brasileiros acreditam que, no futuro, a empresa permitirá a utilização de dispositivos vestíveis e mais dispositivos pessoais no trabalho. 
  • 66% acreditam que a empresa é responsável por proteger dados pessoais em dispositivos de trabalho. 
  • 78% dos entrevistados se dizem confiantes ou muito confiantes de que o seu empregador toma as medidas necessárias para proteger todos os dados que são importantes. 
  • 72% das pessoas consideram que a maior parte do trabalho que faz é confidencial ou privado. 
  • 50% dos entrevistados acreditam que a empresa rastreia todos os seus dados e paradeiros.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER