Redação E-Commerce Brasil

Pagamento por aproximação triplica no Brasil com pandemia, revela Visa

Sexta-feira, 09 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 2 minutos

O uso do pagamento por aproximação triplicou no Brasil na esteira da maior demanda das pessoas por recursos sem contato diante da pandemia da Covid-19, embora ainda represente uma pequena parcela do total de transações, apontou estudo da Visa.

Em junho último, essa modalidade de pagamentos, que inclui celulares, pulseiras e outros dispositivos móveis, representava cerca de 3% dos pagamentos intermediados pela bandeira de cartões, o triplo do que representava um ano antes. Só de janeiro e junho, a participação desse canal praticamente dobrou.

No primeiro semestre, os segmentos que mais receberam pagamentos por aproximação, segundo a Visa foram mercados e lojas ligadas à alimentação, como hortifruti, conveniências, cafeterias, não incluindo restaurantes e fast food; postos de gasolina; farmácias; e padarias.

Aumento de limites no pagamento

Segundo Oscar Pettezzoni, diretor da Visa Consulting & Analytics, o aumento dos limites para transações por aproximação pode acelerar esse movimento.

“O aumento do limite nas transações por aproximação sem senha, de R$ 50 para R$ 100, que se espera acontecer em breve, vai permitir que mais pessoas efetuem pagamentos com a tecnologia, aumentando o ticket médio que vemos hoje”, disse.

Por modalidades, o uso do cartão de crédito é mais usado nos pagamentos por aproximação, com 65% do total das transações feitas por esse canal, com um ticket médio de R$ 86. No débito, o ticket médio era de cerca de R$ 46 em junho.

Leia também: 48% dos brasileiros com smartphone já fizeram pagamento com QR Code

As informações são da Reuters

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER