Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Open Banking pode incluir 4,6 milhões de brasileiros no mercado de crédito, revela Serasa Experian

Segunda-feira, 18 de abril de 2022   Tempo de leitura: 4 minutos

Um estudo inédito da Serasa Experian sobre os impactos econômicos do Open Banking na vida dos brasileiros revela que o sistema financeiro aberto pode incluir 4,6 milhões de pessoas no mercado de crédito e injetar R$760 bilhões na economia.

A Pesquisa Impactos Econômicos Open Banking foi realizada pela Serasa Experian em março de 2022. Na ocasião, analisou uma amostra representativa de consumidores inscritos no Cadastro Positivo em todas as regiões brasileiras.

De acordo com a pesquisadora, os dados do Open Banking aliados com o Serasa Score (junto à inteligência artificial e técnicas de machine learning) podem beneficiar ainda mais a população. Isso, segundo ela, tanto na inclusão quanto na ampliação do acesso ao crédito mais assertivo. Afinal, a pesquisa aponta um aumento de 49% na estimativa da capacidade de pagamento mensal da população — passando de R$ 929,00 para R$ 1.391,00. Com isso, os consumidores podem ter acesso a um recurso financeiro ideal de acordo com o seu perfil, uma vez que as instituições que concedem o crédito passam a ter mais segurança a partir das informações detalhadas do sistema. Confira o gráfico abaixo:

Imagem de um gráfico

“Com a junção das informações é possível obter um score ainda mais acurado e mensurar melhor a probabilidade de um consumidor se tornar inadimplente. Na avaliação das análises, bancos e fintechs terão uma estimativa entre o valor obtido experimentalmente e o valor verdadeiro da renda do seu cliente, mesmo ela sendo recorrente ou não. Essas configurações permitem maior possibilidade de entender de fato qual é o comprometimento da renda de uma pessoa e sua disponibilidade para assumir novos créditos”, explica o head de Open Banking da Serasa Experian, Leonardo Enrique.

Leia também: Google explica como o live commerce mudou a experiência de compras

Open Banking de acordo com as faixas etárias

O estudo analisou as faixas etárias da população atreladas à capacidade de pagamento. Neste caso, identificou que a maioria delas ganha um aumento significativo no valor médio da renda com os dados personalizados do Open Banking e do Serasa Score.

  • para as pessoas de até 25 anos a alta é de 95,9% (passando de R$ 540,00 para R$ 1.057,00);
  • aos que possuem idade entre 25 e 40 anos o aumento é de 45,7% (de R$ 987,00 para R$ 1.437,00);
  • já entre a população de 41 a 60 anos existe um crescimento de 27,3% (de R$ 1.508,00 para R$ 1.921,00);
  • Apenas na população de mais de 60 anos de idade há queda (10,4%).

Portanto, a capacidade de pagamento diminui conforme a identificação de vários pagamentos de despesas básicas (contas de água, luz, telefone, planos de saúde, entre outras) que passam a ser mais bem conhecidas pelo sistema. Mais detalhes no gráfico abaixo:

Imagem de um gráfico

Open Banking incentiva o consumo

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o Open Banking é um importante aliado da população e da economia brasileira. “A concessão de crédito pode ajudar as pessoas até mesmo com a quitação de dívidas básicas, como água e luz, especialmente em um cenário econômico desafiador como o que vivemos. Quanto maior a oferta de concessão de crédito, mais positivo é para a economia. Afinal, incentiva a elevação do consumo da população. Parte do PIB está relacionada ao consumo das famílias. Sendo assim, mais volume de crédito destinado à pessoa física eleva o poder de compra. Ou seja, isso tem impacto indireto sobre o crescimento econômico do país. Nesse sentido, o Open Banking traz cada vez mais benefícios para toda a economia”, esclarece.

Leia também: Mercado responde às tendências de pagamentos invisíveis, checkout e outras tecnologias

Na amostra por região, as pessoas que moram na Norte foram as que mais tiveram aumento na estimativa de pagamento de crédito ao terem seus dados analisados com e sem Open Banking. O aumento potencial do crédito para estes consumidores com o sistema financeiro aberto é de 80,6%. Veja na tabela abaixo os dados das demais regiões:

Imagem de um gráfico

Metodologia

A Pesquisa Impactos Econômicos Open Banking foi realizada pela Serasa Experian em março de 2022. Na ocasião, analisou uma amostra representativa de consumidores inscritos no Cadastro Positivo em todas as regiões brasileiras. A análise também considerou apenas pessoas com até 500 pontos de Score para avaliar as possibilidades de acesso ao crédito e os reflexos do sistema financeiro aberto dentro desse recorte da população brasileira.

Leia também: Minissérie do ECBR apresenta os desafios da logística e as expectativas para 2022

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER