Redação E-Commerce Brasil

Nova forma de entregas mais rápidas e baratas já está em operação em SP e expandindo para outras cidades

Quarta-feira, 29 de julho de 2020   Tempo de leitura: 10 minutos

A Boxit Brasil, empresa especializada em smart lockers, já está operando em diversos pontos estratégicos de SP. Traz uma solução proprietária de armários inteligentes que permitem novas modalidades de serviço, com benefícios relevantes para empresas de e-commerce, marketplaces e operadores logísticos. O sistema une tecnologia de ponta para a “última milha” das entregas e conveniência para consumidores.

O serviço de smart lockers já é uma realidade em diversos países da Europa e EUA desde 2011 e, mais recentemente, na América Central. É muito utilizado por empresas como Amazon, Walmart e eBay, que vêm investindo grandes recursos na modalidade e estão entre os clientes da própria Boxit no Panamá. Segundo pesquisa realizada pela empresa, entre 10% e 20% dos e-commerces brasileiros pretendem adotar este tipo de serviço nos próximos 12 meses — que pode tornar as entregas de 7 a 10 vezes mais rápidas em alguns casos e chegar a até 40% de redução de custos com os operadores logísticos.

“O consumidor seleciona o ponto de retirada desejado durante o processo de checkout, dentre as opções disponíveis apresentadas na própria plataforma de vendas por meio da integração com a nossa API . Então, o sistema já reserva uma porta no armário escolhido, de acordo com as dimensões do produto vendido, e o vendedor despacha a encomenda para aquele armário, podendo consolidar várias entregas em apenas um destino”, explica Gregory Sung, co-fundador da Boxit Brasil. “Parâmetros como o tempo máximo para retirada e raio de distância do comprador podem ser configurados pelo negócio”, completa.

Por conta disso, uma das principais vantagens oferecidas pelo serviço de smart lockers é a eficiência operacional. A fase chamada de “last mile” no setor — ou seja, o caminho do último centro de distribuição até às mãos dos compradores — é um dos gargalos do processo de compras online e responde por até 50% do custo total de frete no comércio eletrônico. Em grande parte, isso ocorre pelo fracionamento de destinos, característico do mercado B2C, que também acarreta em maiores prazos para finalização da entrega.

Outro ponto que aumenta os tempos destas operações são as entregas fracassadas (“failed deliveries”, em inglês). São aquelas em que o produto retorna ao vendedor após o destinatário não ser encontrado para receber a encomenda em três tentativas. Em relação à entrega domiciliar, onde o problema chega a até 8% das vendas, o uso de smart lockers reduz esta situação para apenas 1%. Como os consumidores podem retirar na hora que for mais conveniente, praticamente não há falha de entrega.

Outra questão é que o cliente não precisa ficar esperando a chegada do pedido — ponto crítico em milhares de residências que não estão em condomínios e onde todos os membros da família precisam sair para trabalhar. Esse tipo de situação tende a se refletir também na satisfação do consumidor. Dados da Boxit no Panamá mostram que as encomendas retiradas em armários inteligentes chegam a um NPS de 83, alto índice para as cerca de 20 mil operações processadas por ano pela empresa.

“Dar a opção de a pessoa retirar onde quiser e quando quiser vai além de melhorar a satisfação dos compradores. Afinal, também aumenta o alcance dos vendedores, que podem passar a atender consumidores que se encontram em zonas não atendidas pelas opções logísticas tradicionais — seja por estarem em áreas consideradas de risco ou que tenham outros problemas estruturais para a entrega porta a porta. Só no RJ, por exemplo, isso representa 50% da área do município. Em média, pode chegar a 20% de receita perdida no total”, afirma Jorge Segares, CEO e cofundador da Boxit Brasil.

Ao destinar as entregas para armários inteligentes, as empresas também concentram mais pacotes em um mesmo destino e diminuem a distância média de entrega. E, por consequência, reduzem o prazo de disponibilização efetiva dos pedidos. Há casos onde o tempo de entrega foi reduzido em 2 dias, na média, para uma grande operadora logística área testando o serviço no Brasil. Números da Europa, por exemplo, mostram que as encomendas feitas por um único caminhão cresceram em 10 vezes após maior utilização de smart lockers. Desse modo, é um grande ganho para as transportadoras, pois se torna uma importante redução de custos para todos os envolvidos no processo no final das contas.

Mais uma facilidade para aumentar o alcance de vendas dos e-commerces é a possibilidade de permitir o pagamento do pedido pelo cliente no momento da retirada, com opção de transações em dinheiro e cartões de débito. Dos 37% da população brasileira que possuem um cartão de crédito, apenas 5% contam com um limite acima de R$ 2 mil. Os outros 63% da população fazem transações no varejo apenas utilizando dinheiro vivo. Com o serviço da Boxit, os vendedores podem atender a este público adicional com segurança, pois os armários automatizados só liberam a retirada do produto após confirmação do pagamento. Atualmente, o serviço está integrado com o Mercado Pago, permitindo também pagamentos com saldo da conta digital desta empresa. “Estamos abertos a novas opções de integração no futuro. Todas as opções que ajudam a vender mais são analisadas por nós”, adiciona Segares.

Para suas operações brasileiras, iniciadas em maio deste ano, a Boxit já contou com fabricação dos equipamentos no país. Isso evitou entraves de importação durante a atual pandemia e agilizou a implementação dos pontos de distribuição. Cada equipamento conta com 33 portas de diversos tamanhos, possibilitando receber produtos de volumes não tradicionais nos smart lockers da empresa.

O serviço estreou em 5 locais na capital paulista, dentro de estabelecimentos tradicionalmente com alto fluxo de pessoas em diversas regiões da cidade — como supermercados, shopping centers e até mesmo escritórios corporativos. A previsão é dobrar a presença até o próximo mês, incluindo novas cidades como Campinas, Rio de Janeiro e ABC Paulista, e chegar a 600 armários ativos ainda este ano. A empresa já conta também com uma rede de 1.500 pontos, em várias regiões do país. Eles estão credenciados a receber seus armários inteligentes sob demanda, incluindo estações de metrô, ônibus, postos de gasolina e outros, com um potencial de tráfego total de até 400 milhões de pessoas.

Para o consumidor final, a operação é muito simples. Todas as informações de andamento do pedido e instruções de retirada são enviadas por e-mail ou SMS. Ao chegar no armário escolhido, basta informar o código de liberação ou de pagamento, ou apenas apontar o código QR recebido no celular para a câmera do armário — e a porta se abre automaticamente para a retirada do produto após a checagem do sistema. Todas as transações ficam registradas no sistema de business intelligence da Boxit, incluindo pesquisa de satisfação, que pode ser aplicada no momento da retirada. Tudo é disponibilizado aos vendedores e marketplaces dentro de uma ferramenta de análise de dados, que permite relatórios customizados.

E o serviço ainda soluciona — de maneira muito mais eficiente que as opções tradicionais — um dos “pesadelos” dos comércios eletrônicos: a logística reversa. Basta o vendedor configurar a possibilidade de devolução e o consumidor poderá fazer o processo reverso no armário, digitando o código de liberação para abrir a porta e colocar o produto a ser devolvido lá dentro. Daí em diante, o sistema da Boxit faz o aviso para a coleta, eliminando o tempo em filas para os compradores fazerem o retorno de suas compras.

Para ter acesso a todos estes benefícios, as empresas interessadas podem entrar em contato com a Boxit para contratar um de seus planos. Em seguida, basta realizar a integração com a API da empresa em um processo que dura entre 30 e 45 dias já com a realização de testes. A contratação é na modalidade de locação mensal de portas. Ela pode ser feita tanto com uma parcela de armário (mínimo de 10%) para experimentar a solução, quanto de armários inteiros para o vendedor, aumentando a capacidade. “Ao contratar armários inteiros conosco, o cliente ainda tem a opção de customizar o visual do locker com sua própria marca, agregando o benefício de fazer branding nos pontos físicos”, diz Sung. “Este serviço é o futuro da logística de e-commerce e está só começando. Vamos trabalhar muito pelo crescimento e penetração do comércio eletrônico no país”, finaliza.

Sobre a Boxit

A Boxit nasceu no Panamá, com tecnologia proprietária, e atende mais de 6 mil clientes naquele país, incluindo grandes varejistas e marketplaces. Iniciou suas operações formais no Brasil em 2019 e, no mesmo ano, foi finalista no Latam Innovation Awards, ficando em 4o. lugar dentre 1.700 empresas avaliadas. Mais informações em myboxit.com.br

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.