Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Moda: a influência do digital na produção e venda da moda, o que mudou na forma como consumimos moda?

Quinta-feira, 27 de julho de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Como o consumidor que está monitorando, instigando e inspirando varejistas e influenciam e transformam a indústria e o mercado da moda? Para a empresária, e autora do livro, Chic Profissional, Gloria Kalil, a pirâmide da moda se inverteu. “Antes nós definíamos o produto e o seu preço de acordo com o que pensávamos que deveria ser. A partir da década de 90 isso mudou. O perfil do consumidor de moda passou a ser volúvel, infiel, mimado, exigente, pulverizado e totalmente informatizado”, aponta Glória.

Com a internet e a globalização o consumidor passou a ter acesso a produtos do mundo todo. Acabaram os grandes centros de tendências de moda, o centro é cada um que está na internet. “A pirâmide da moda se inverteu e virou múltipla: hoje é a rua que influencia o prêt-à-porter. Não existe mais ‘estar na moda’, o que importa é o estilo”, diz Glória.

Outra mudança no comportamento do consumidor é o acesso à informação. Ele busca na moda uma expressão individual, nem que seja com o aval de uma etiqueta, uma marca que o represente bem, que “seja a cara dele”. A pluralidade aumenta o mercado, forma novos nichos e aponta novos comportamentos. “Isso exige mudanças na comunicação, na indústria e no varejo. A indústria é o elo mais sofrido dessa cadeia: a competição é alta, a entrada da China como player, a carga tributária e fiscal são impossíveis, além do câmbio e do consumo reduzido com a crise e a pouca participação brasileira no exterior tornam esse cenário ainda mais complexo”, ressaltou.

O comércio tradicional está demorando mais para responder a esse novo ritmo de consumo. “O varejo é serviço. Deixamos de ser uma sociedade industrial, somos uma sociedade de serviço e informação, quanto mais serviço, mais valor para um negócio”. Para Gloria, especialização e informática são primordiais para oferecer serviços melhores. “Será que nas lojas os vendedores estão capacitados para serem consultores? O serviço de atendimento é rápido (na entrega e no pós-venda)? A boa notícia é que as pessoas gostam de comprar e no Brasil, e consumo é considerado lazer. O e-commerce é a forma mais moderna de falar com o consumidor. Vocês têm diante de si um caminho novo e fascinante”.

Para Tiago “doc” Luz , CDO da Shoulder a moda está muito mais democrática e dá a oportunidade, por exemplo de uma mulher que mora longe consumir um produto com frete barato, por exemplo. Além disso, “Diminuímos estoque, usamos melhor os recursos, somos mais sustentáveis. Daí também a importância do omnichannel: se já sabemos o perfil de compra das nossas clientes por que não oferecer o produto que faz mais sentido para ela”, apontou Tiago.

A empresária e publicitária, fundadora da PetiscosJulia Petit, concorda com Kalil. “Antigamente a demanda vinha de cima para baixo. As casas de moda e as revistas nos davam a informação que nós absorvíamos. Apesar disso, naquela época já existia as pessoas já queriam um outro formato de informação. O surgimento de pessoas comuns que explicam de uma forma comum assuntos do mercado especializado é um bom exemplo dessa pirâmide invertida”, disse.

Para Taciana Head de Marketing da Farm, a inversão da pirâmide tornou o cenário da comunicação altamente complexo e cheio de oportunidades para se relacionar com as pessoas do mundo inteiro. “Não podemos perder – e algo que a Farm traz – é a relação humana, apesar de toda a tecnologia envolvida. Como colocamos o carinho em linguagem, em e-mail marketing, na venda, no produto é o desafio”, disse Taciana. 

Confira outras notícias do Fórum E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.