Redação E-Commerce Brasil

Moda e Acessórios: relatório revela a performance do setor no 1º semestre

Quinta-feira, 01 de agosto de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Assim como pilotos precisam de ferramentas que os ajudem a conduzir um avião e mantê-lo na rota, um e-commerce também precisa de recursos para se orientar. Só que a sua bússola, nesse caso, são os dados. Sejam os de resultados das vendas, os benchmarks do mercado, ou os de tendências do comportamento do consumidor.

E, se sua empresa pertence ao segmento de Moda e Acessórios, a boa notícia é que seu GPS acaba de ganhar um upgrade: um relatório de performance exclusivo para a categoria, que mostra os principais resultados do setor no primeiro semestre de 2019, além de insights para que sua marca se prepare para o que ainda está por vir.

O estudo da Social Miner revela, por exemplo, que o maior pico de vendas dos e-commerces de Moda e Beleza aconteceu no dia 15 de maio, logo após o Dia das Mães e a menos de um mês do Dia dos Namorados. E o Dia do Consumidor, em 15 de março, também aparece em destaque.

Mas o ponto é que, de forma geral, as semanas que antecedem as datas comerciais registram bons resultados para a categoria e, apesar de sozinhas não sustentarem a performance de um negócio, elas são uma oportunidade para que as marcas deem uma gás nas vendas e ganhem fôlego para trabalhar suas estratégias a médio e longo prazo.

Leia também: Dia dos Pais: moda e acessórios, eletrônicos e beleza são as categorias favoritas

Outros dados do estudo

O material também mostra junho, mês dos namorados, como o período com maior volume de vendas para Moda e Acessórios, seguido de janeiro — um movimento curioso e na contramão do mercado. Além disso, o Estado com maior representatividade em vendas para a categoria foi São Paulo, com 28, 27%, seguido do Rio de Janeiro, com 23,62%.

Só que o mais interessante disso é que o Rio mostra performar, para o setor, bem acima da sua média no varejo virtual em geral, apurada no Relatório do Comportamento do Consumidor de 2018 em apenas 13,58%.

O relatório aponta ainda que a representatividade de visitas através do desktop foi de 48,2%, enquanto a do mobile passou a representar 51,8% em e-commerces da categoria.

Você pode baixar o Relatório da performance de Moda e Acessórios no primeiro semestre no site.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER