Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Minissérie ECBR: os desafios da logística e as expectativas para 2022

Segunda-feira, 18 de abril de 2022   Tempo de leitura: 3 minutos

No primeiro episódio da Minissérie E-Commerce Brasil, abordamos um dos principais pilares de uma operação de e-commerce: a logística. Para se ter uma ideia, mais de 50% dos usuários dizem que a entrega é o principal tomador de decisão na hora da compra, segundo uma  pesquisa feita pela Consumer Insights. E com a chegada da pandemia em 2020, o consumidor ficou muito mais exigente em relação ao tempo dessa entrega. Mas, segundo Marcelo Vieira, CEO da Next Mile, nem sempre a entrega mais rápida é a melhor.

“O cliente hoje está muito mais suscetível a te ajudar a bancar essa entrega mais rápida. [Ele está] entendendo que para isso há um custo e que ele acaba tendo que participar desse processo. É uma comodidade que ele tem e que ele acaba pagando por isso. Mas se eu conheço esse cliente, conheço as características desse cliente, conheço o local que estou entregando e as características do meu produto, eu consigo ter parceiros e consigo selecionar esses parceiros de uma forma muito melhor, para que ele tenha menor custo e, consequentemente, me cobre menos.” 

Tecnologia, last mile, tempo de entrega, integração e um mercado extremamente aquecido. Esses são só alguns dos desafios que a logística traz para dentro da operação digital. Leandro Soares, diretor executivo do Magazine Luiza, acredita que a tendência é cada vez mais melhorar o tempo de entrega. “A busca por entregar em dias, depois de dias, para um dia, depois de um dia, para horas”, e destaca a parceria com outras lojas para conseguir atender o cliente da melhor maneira possível: “Nossos parceiros são empresas que estão presentes, [e com elas,] a gente consegue trazer essa hiperlocalidade, que são os pequenos varejos vendendo para os clientes que estão no entorno deles”.

Para Luiz Vergueiro, diretor sênior de logística do Mercado Livre, o cliente vai querer cada vez mais ter previsibilidade na entrega dele e velocidade, em qualquer lugar do País. “A gente não quer entregar rápido na Faria Lima, a gente quer entregar rápido no Chuí, no interior da Bahia”. 

Para saber mais, clique abaixo e veja os  principais profissionais e empresas do mercado, abordando os desafios, expectativas e boas práticas para que o consumidor continue se surpreendendo positivamente com as compras digitais. 

Por Paola Cecchi da redação E-Commerce Brasil

Leia também: E-Commerce Brasil e parceiros divulgam primeiro relatório sobre os desafios logísticos no País

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER