Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Minissérie ECBR: especialistas defendem a tecnologia como principal caminho para a inovação

Segunda-feira, 09 de maio de 2022   Tempo de leitura: 4 minutos

O avanço tecnológico dos últimos anos marcaram não só o e-commerce, mas a sociedade. Com novas features, o consumidor mudou seu jeito de comprar e pagar no digital, passando por essas etapas de um jeito muito mais simplificado e fluido.

Um estudo da Adjust, entitulado “E-commerce App Report 2021: Principais Tendências nas Compras Mobile com Insights do Sensor Tower”, mostra que só em 2021, o Brasil foi o segundo país com o maior número de downloads de aplicativo de compras online, ficando atrás apenas da Índia. Essa pesquisa aponta ainda que, globalmente, os consumidores estão passando mais tempo in-app por dia, com sessões durando pouco mais do que 10 minutos.

Os dados servem para reforçar que caminhar junto com a inovação nunca foi tão importante. E para saber lidar com esse cenário, o E-Commerce Brasil conversou com especialistas do setor de tecnologia para o terceiro episódio da Minissérie ECBR, “A dependência da tecnologia e sua democratização“.

O CTO da Riachuelo, Carlos Alves analisa, sob um olhar de consumo, que o uso dessas novas ferramentas tecnologias irá fazer parte cada vez mais do cotidiano do consumidor. “A praticidade de uma necessidade de adaptação a um consumo muito mais híbrido, muito mais integrado entre o digital e o físico, que está ficando cada vez mais integrado e imperceptível, é algo que veio e que dificilmente voltará ao modelo que existia”.

Além de fazerem parte do presente, é impossível falar de tecnologia sem pensar no futuro. Sobre as tendências para 2022 em diante, Jonas Ferreira, Diretor de Transformação Digital cita o metaverso como algo que, sem dúvida, fará parte do e-commerce, mas ele também chama a atenção para outras ferramentas. “Eu acredito em tecnologias de blockchain, que vão ser muito disruptivas no mercado, mas também não são uma realidade concreta para 2022. No curto prazo, para 2022, acho que a gente vai enxergar muito mais tecnologias de machine learning, de inteligência artificial, de algorítmo, essa parte de dados que tem um potencial incrível para poder gerar negócios”, conclui.

Para ver as entrevistas completas, clique na imagem abaixo e assista aos principais profissionais e empresas do mercado abordando os desafios, expectativas e boas práticas para que o consumidor continue se surpreendendo positivamente com as compras digitais.

Confira também os episódios anteriores

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER