Redação E-Commerce Brasil

Braço de mídia do Walmart oferecerá ferramenta para gerir anúncios digitais

Quinta-feira, 26 de agosto de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

O Walmart afirmou na quarta-feira (25) que seu braço de mídia começará a oferecer às marcas uma plataforma (DSP) para ajudá-las a comprarem espaço de anúncios digitais de forma mais eficiente, meses antes da temporada de compras de fim de ano.

DSP é uma ferramenta que permite que anunciantes e agências comprem, monitorem e administrem anúncios de vídeo, mobile e de busca.

O Walmart tem expandido agressivamente sua unidade de anúncios após anos de progresso hesitante. Imagem: Reprodução

Antes das DSPs, vendedores e compradores de anúncios eram responsáveis pelo comércio de anúncios com as empresas.

O Walmart tem expandido agressivamente sua unidade de anúncios – batizada de Walmart Connect – após anos de progresso hesitante, tentando fazer melhor uso de sua riqueza de dados de consumidores para atrair grandes anunciantes.

A maior varejista do mundo terá uma missão dura para acompanhar o negócio de anúncios da Amazon, e também terá que enfrentar rivais menores, como Target e Kroger, que estão construindo suas próprias plataformas de anúncios.

Agora, o Walmart Connect fez parceria com o Trade Desk, uma proeminente empresa de tecnologia de anúncios, para cortejar mais verbas de anunciantes.

O Walmart destacou seus vastos dados de compras online, pelo aplicativo e na loja física, como forma de ajudar anunciantes a melhorar promoções e como os anúncios são enviados a potenciais consumidores e medir como esses anúncios levam a vendas.

“Embora a pandemia de Covid-19 tenha acelerado o crescimento das vendas de e-commerce ano passado, mais de 80% das vendas de varejo nos Estados Unidos ainda acontece offline”, afirmou Rich Lehrfeld, vice-presidente sênior do Walmart Connect.

“Ao conectar e medir os desempenhos online e nas lojas físicas, a DSP do Walmart pode oferecer insights de segmentação, relatórios e omnichannel em nível granular”.

A empresa – com cerca de 4.700 lojas físicas – afirmou que a plataforma estará disponível às marcas até o fim de outubro.

Leia também: Clientes voltam às lojas e Walmart aumenta projeções; vendas online desaceleram

Fonte: Reuters, via Money Times

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER