Redação E-Commerce Brasil

Quase metade das PMEs ativas no Facebook fizeram 25% das vendas online

Quinta-feira, 16 de julho de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

Mesmo em tempos de pandemia, 47% das pequenas e médias empresas (PMEs) operacionais no Facebook relatam que um quarto ou mais de suas vendas foram realizadas online nos últimos meses. Além disso, 43% delas se dizem otimistas quanto ao futuro dos negócios.

Esse números fazem parte do Relatório Global sobre a Situação das Pequenas Empresas, produzido a partir de uma parceria da rede social com o Banco Mundial e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e que foi divulgado na quarta-feira (15).

A pesquisa foi feita com 30 mil líderes de pequenas e médias empresas em mais de 50 países. Segundo o Facebook, este é o primeiro relatório de uma série que se encerrará em dezembro desde ano e tem o objetivo de compreender a situação das empresas ao redor do mundo, incluindo o Brasil, após as restrições causadas pela Covid-19.

Confira os principais pontos levantados pelo estudo:

Brasil

  • 47% das pequenas e médias empresas operacionais no Facebook relatam que 25% ou mais de suas vendas foram realizadas online no último mês;
  • 43% das pequenas e médias empresas operacionais no Facebook estão otimistas quanto ao futuro dos negócios;
  • Cerca de 30% das pequenas e médias empresas pesquisadas no Brasil disseram receber algum tipo de assistência financeira e cerca de 75% delas relataram que essa ajuda se dá sob a forma de doações ou empréstimos do governo;
  • 18% dos negócios que fecharam esperam recontratar os antigos funcionários quando reabrirem;
  • 52% das pequenas e médias empresas operacionais no Facebook preveem que o fluxo de caixa será um desafio nos próximos meses;
  • 37% das pequenas e médias empresas operacionais no Facebook reduziram a quantidade de funcionários/colaboradores por causa da pandemia.

Mundo

  • 36% das PMEs fechadas planejam contratar os mesmos trabalhadores quando reabrirem;
  • Um quarto das empresas fechadas estão pagando os trabalhadores enquanto estão fechados, pelo menos parcialmente;
  • 67% das pequenas e médias empresas pertencentes a mulheres (em comparação com 69% daquelas pertencentes a homens) se encontram em operação ou envolvidas em algum tipo de atividade geradora de receita;
  • 37% das pequenas e médias empresas operacionais no Facebook reduziram a quantidade de funcionários ou trabalhadores como consequência da pandemia da Covid-19;
  • Na amostra global, os setores com mais fechamentos das atividades incluem: agências de viagens ou turismo (54%), serviços de hospitalidade e eventos (47%), serviços de educação e cuidado infantil (45%), hotéis, cafés e restaurantes (32%).

A pesquisa revela ainda que o caminho para a recuperação no pós-Covid-19 é incerto e que muitos podem precisar de apoio de governos ou outras instituições retomar ritmo padrão de suas operações.

A desigualdade entre mulheres e homens também se mostrou no relatório. O documento aponta que 23% das líderes de negócios tiveram que passar seis horas ou mais por dia em tarefas domésticas, como cuidar de familiares, em relação a 11% dos líderes empresariais do sexo masculino.

Para obter mais detalhes sobre a metodologia e a amostragem, acesse a página do estudo.

Leia também: WhatsApp Business lança novas funções para atendimento ao cliente

As informações são do Canal Tech

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.