Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Mercado Livre cria preço mínimo de produtos; custo da devolução será dividido com lojista

Quarta-feira, 01 de agosto de 2018   Tempo de leitura: 2 minutos

A partir do dia 6 de agosto, o Mercado Livre vai estipular um preço mínimo para os lojistas poderem anunciar. O valor mínimo por anúncio será de R$ 6.

Vendedores que comercializam itens mais baratos precisarão, por exemplo, agrupá-los em pacotes ou packs em um mesmo anúncio. Produtos vendidos por menos de R$ 6 não poderão ser divulgados no marketplace.

“Por exemplo, se você vende canetas ‘Bic’, convém anunciá-las como ‘Canetas Bic em pack de 10 unidades’. Desta forma, o seu preço será maior e você terá um lucro melhor”, explicou o Mercado Livre em sua página.

Logística reversa

Os custos da devolução de produtos também mudou. Agora, se um comprador inicia uma reclamação para devolver o produto porque não está “em perfeitas condições ou como ele pediu”, o custo total da etiqueta de devolução será por conta do lojista.

Por outro lado, se o comprador quer devolver o produto por um problema que não foi de responsabilidade do varejista, a devolução continuará sendo grátis para o vendedor.

Anúncios grátis

Os requisitos para criar anúncios grátis também sofreram alteração. O lojista poderá anunciar produtos usados no plano Grátis até alcançar 20 vendas no último ano.

Já no caso de itens novos, o limite para esse tipo de exposição no marketplace é de cinco vendas no último ano.

“Em relação ao número máximo de anúncios na modalidade Grátis, o limite se aplicará ao vendedor que tiver alcançado 20 vendas de produtos usados no último ano – a contar de 10 de julho de 2018, quando essa regra passou a valer ou 5 vendas de produtos novos no mesmo período. Em ambos os casos, o vendedor poderá ter até 10 anúncios simultâneos e sempre com estoque de uma unidade. Vale lembrar também que o anúncio grátis tem duração de 60 dias”, afirmou o Mercado Livre em nota ao E-Commerce Brasil.

*Originalmente, foi publicado que a mudança na modalidade “Grátis” seria feita a partir do dia 6 de agosto. Na verdade, a alteração ocorreu em 10 de julho. A matéria já foi atualizada.

Deixe seu comentário

16 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. O grande problema é que não existe outras plataformas similares que possibilitem ao pequeno comerciante realizar as vendas. Na prática, temos um quase monopólio do mercado livre nesse tipo de atividade e quem detém a maior parte de um determinado mercado, em regra, dita as regras que lhe convém, pouco se importando com a outra parte, já que sabe que não existem outras opções.

    Responder
    1. Esse ano o mercado livre fez várias alterações , sempre pensando nos lucros dele , nunca em melhores forma de vender . O frete tem sido um absurdo . Uma cliente pagou 20 reais de frete de um produto que vendi , na hora de postar eu vi na notinha que o valor do frete seria de 8 reais . Agora se tiver uma devolução o vendedor terá que pagar metade do valor , como no exemplo acima sera de mais 10 reais .

      Responder
  2. O ML está se especializando em “tirar” dinheiro dos vendedores e clientes. Começou com o “frete grátis” (para inglês ver), enfiado goela a baixo (com custos exorbitantes e ainda culpando o correio) e depois com o “extra” de R$5… Eles não notam que estão armando corda para se enforcar, pois os preços já não estão mais competitivos e soube que o MP já está em cima… Quanto ao MP, procede?

    Responder
  3. 6 Reais a preço mínimo de anuncio possibilitara que o mercado livre cobre pelos 5 reais de tarifa para vendas de produtos com valor menor que 120 reais, e 11% de comissão em cima dos 6 reais sobrando ao vendedor apenas R$0,44 por venda. O “pequeno” fica mais pequeno e o grande … o grande fica enorme.

    Responder
  4. O mercado livre está dando Boas reputação para vendedores que não tem capacidade e nem respeito com os seus clientes. Estou muito decepcionado com alguns vendedores que tem boas reputação e 5 estrelas. Mas na verdade não tem respeito com os clientes.

    Responder
  5. Graças a Deus eles me expulsaram, há males que vêm pra bem!!!!! Tanto trabalho para pegar ” a marquinha verde” e 1, 1 deslize e bloquearam minha conta. Adios cambada de safados.

    Responder
  6. Essa do mercado livre de nao dar mais frete gratis pro norte e nordeste foi de lascar viu, eu ja sou nivel especialista e tinha compras acima de 90 reais gratis e nao posso mais desfrutar desse beneficio, pois nao tem mais pra minha região! Achei isso uma falta de respeito!

    Responder

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.