Redação E-Commerce Brasil

Mercado Livre adquire a Ecommet, empresa de software para e-commerce

Quinta-feira, 07 de dezembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

O Mercado Livre (NASDAQ: MELI), maior empresa de tecnologia para e-commerce da América Latina, anuncia a aquisição da Ecommet – empresa de software que, por meio de sua unidade de negócios Becommerce, oferece soluções para integração com marketplaces, sistema de gestão de vendas e plataforma de lojas virtuais. A aquisição foi realizada pelo valor de R$ 36,5 milhões.

A Ecommet, uma das principais empresas de tecnologia que integram varejistas ao marketplace do Mercado Livre, possui uma carteira com mais de três mil clientes. As soluções da empresa são complementares com as já oferecidas pelo Mercado BackOffice e pelo MercadoShops, unidades de negócio do Mercado Livre. Com a aquisição, será possível ampliar ainda mais a oferta das soluções de gestão Becommerce aos vendedores que atuam no marketplace. “Investir em tecnologias de gestão está em linha com o nosso objetivo de oferecer a melhor experiência ao vendedor e, consequentemente, ao consumidor final”, afirma Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre.

Criada em 2011 pelos empreendedores Frederico Flores e Fernando Montera, a Ecommet continuará a prestar serviços de maneira independente, sem qualquer alteração no escopo de trabalho. A Ecommet passa a pertencer ao grupo Mercado Livre, mas, seus 77 colaboradores permanecerão sediados no escritório que ocupam atualmente, em São Paulo, com os fundadores à frente da gestão dos negócios.

“A Ecommet contará agora com uma sinergia fantástica com os times de tecnologia de gestão do Mercado Livre, o que contribuirá para aprimorar ainda mais a qualidade e abrangência dos serviços”, afirma Frederico Flores, fundador da Ecommet.

Parceria com desenvolvedores independentes

Desde 2012 o Mercado Livre abriu sua API – Application Programming Interface – e fomenta o empreendedorismo tecnológico ao permitir que desenvolvedores independentes utilizem  sua tecnologia para criar soluções para o e-commerce. Atualmente, há 120 desenvolvedores certificados na América Latina, cerca de 60 deles no Brasil, que têm suas soluções homologadas pelo Mercado Livre. Além desses, há mais de seis mil aplicações funcionando a partir da API do Mercado Livre em toda a região.

“Temos total interesse no desenvolvimento e fortalecimento dessa comunidade. Somos uma empresa agnóstica e seguiremos dando total apoio para que os desenvolvedores independentes façam um ótimo uso da nossa API em favor do e-commerce na América Latina”, afirma Tolda.

Mercado Livre: crescimento de 83% no Brasil nos últimos 9 meses

Com mais de 201 milhões de usuários registrados, o maior marketplace da América Latina atingiu a sua maioridade e inovou em diferentes frentes. No Brasil, país responsável por 60% da receita da companhia, o Mercado Livre realizou um investimento de R$ 1 bilhão voltado para a melhoria da experiência do cliente, o que inclui um reforço nas operações de logística, o lançamento de seu programa de fidelidade (Mercado Pontos) e um crescimento de mais de 100% no investimento em marketing.

Além disso, a operação brasileira registrou, nos últimos 9 meses deste ano, um crescimento na receita líquida de 83% em dólares contra o mesmo período de 2016. Em reais, o crescimento foi de 66%. Na América Latina, o volume bruto de transações (GMV) na plataforma cresceu 40% no mesmo período, chegando a US$ 8,1 bilhões. O Brasil e o México foram os países que mais contribuíram para este crescimento. Foram 189 milhões de itens vendidos, um crescimento de 46% contra os mesmos 9 meses de 2016. Em diversos períodos do ano, a companhia registrou 1 milhão de itens vendidos por dia.

Com 51 trimestres de resultados positivos, o Mercado Livre também comemorou, em junho deste ano, uma posição no índice Nasdaq 100, da Bolsa de Nova York, substituindo a empresa americana Yahoo! e tornando-se a primeira empresa latina de tecnologia a figurar no ranking.

Outros destaques do ano:

Programa Mercado Pontos com Frete grátis: Em junho, o Mercado Livre lançou o programa de benefícios Mercado Pontos, que possibilita a todos os usuários acumularem pontos e dá direito a frete grátis para compras de produtos novos a partir de R$ 120. A cada mudança de nível, o frete grátis passa a valer para compras de valores cada vez mais baixos.

As iniciativas de frete grátis e do programa Mercado Pontos foi responsável por impulsionar a unidade de negócios Mercado Envios, que entregou 41,7 milhões de itens no terceiro trimestre de 2017, um crescimento de 80%.

Fulfillment: No segundo semestre, a companhia anunciou a expansão de seus serviços de logística com o fulfillment, modelo de serviço que realiza a gestão do armazenamento, da embalagem e entrega de produtos de diversos vendedores a partir de um centro de distribuição (CD), incluindo também o serviço de pós-venda e de atendimento ao cliente. Oferecido e desenvolvido pela unidade de negócios de logística Mercado Envios, o modelo visa garantir uma experiência de compra e venda ainda melhor no marketplace. Até o momento, as despesas operacionais são subsidiadas pelo Mercado Livre, um diferencial que se soma à iniciativa de frete grátis oferecida pela companhia.

Reserva Online: Já no mês de outubro, o Mercado Livre passou a oferecer a possibilidade de os clientes efetuarem a reserva online de veículos, com solução que permite o pagamento de um sinal para a compra de carros, motos, caminhões e demais veículos dentro da plataforma. Chamada de Reserva Online, a funcionalidade fica disponível de forma gratuita para vendedores em todos os anúncios de veículos, novos ou usados, tanto os de pessoas jurídicas (concessionárias e demais lojistas) quanto os de pessoas físicas. Com a iniciativa, a área de Classificados reforça as ofertas e a geração de receita do marketplace do Mercado Livre, já que os anúncios de veículos permitem uma transação financeira dentro da plataforma. O valor da reserva – variável de R$ 200 a R$ 1000 segundo o preço do veículo –, e o pagamento são gerenciados por Mercado Pago. Com isso, o comprador pode pagar pela reserva via boleto bancário ou cartão de crédito e, caso desista da compra do veículo, pode cancelar a reserva a qualquer momento e receber o dinheiro de volta.

Lojas Oficiais: O ano também foi marcado pelo crescimento de parceiros no modelo de lojas oficiais com o ingresso de marcas como Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Fast Shop, Diageo, The Beauty Box, Avon, Ikesaki, KitchenAid, entre outras, no marketplace do Mercado Livre. Já são mais de 700 lojas disponíveis na plataforma que ampliam o alcance de sua oferta ao público a partir de um canal de vendas que tem a maior audiência online do Brasil.

Maior Black Friday da história: No final de novembro, a Black Friday do Mercado Livre resultou em um aumento de 186% nas vendas em relação à campanha do ano passado. Em número de acessos, a plataforma registrou, em único dia (a sexta-feira, dia 24), mais de 20 milhões de visitantes únicos (dados da SimilarWeb), audiência que se deve também ao interesse cada vez maior de novos usuários ao comércio eletrônico na época de Black Friday. Segundo dados de Mercado Pago, a Black Friday fez a entrada de novos consumidores no e-commerce crescer 42% comparando com a edição de 2016. As categorias mais vendidas na data foram: Celulares, Casa, Móveis e Decoração e Eletrodomésticos e a maioria dos consumidores (57%) preferiu comprar pelo celular do que pelo desktop (43%). Participaram da Black Friday do Mercado Livre 850 lojistas com mais de 50 mil produtos e descontos de até 80%.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.