Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Mappin retorna ao mercado como loja online

Segunda-feira, 10 de junho de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Nesta segunda-feira (10), o Mappin, que marcou a história das lojas de departamento no Brasil nas décadas de 1980 e 1990, retornou ao mercado em formato de e-commerce. A princípio, a plataforma vai contar com um portfólio de 15 mil itens à venda, entre produtos cama, mesa e banho, utilidades domésticas, móveis, decoração e outros.

A rede está sob o comando da Blue Group, empresa responsável pela operação digital da varejista Marabraz. Segundo a empresa, a plataforma foi desenvolvida com tecnologias e logística para a atuação nacional da marca.

“Estamos animados e ansiosos para o lançamento. Sabemos que essa é uma marca muito querida e nostálgica, por isso todos os nossos esforços estão focados para atender às expectativas do público. A ideia do e-commerce é tornar possível que as pessoas encontrem tudo o que procuram, como era a proposta da marca antigamente, mas agora sem precisar sair do conforto do lar”, explica Nader Fares, sócio-diretor comercial da Marabraz.

Leia mais: Google anuncia mudanças para entrar de vez no e-commerce e virar marketplace nos EUA

Marketplace

A marca trará mais novidades após o lançamento, como a estreia de um markeplace no segundo semestre de 2019. Esta operação, que contará com a participação de varejistas parceiros, vai aumentar o catálogo de produtos para mais de 500 mil itens.

A participação de outras vendedoras retoma o antigo modelo da tão famosa loja de departamento. “O e-commerce virá com a mesma identidade visual das antigas lojas Mappin. Nosso foco será em proporcionar uma experiência de compra completa no ambiente digital. Para isso, estamos investindo mais de R$ 4 milhões em tecnologias para oferecer um serviço de excelência”, comenta Abdul Fares, sócio-diretor financeiro da Marabraz.

Loja histórica

A marca Mappin chegou ao Brasil em 1913 como pioneira do comércio varejista de grande escala. Inicialmente com lojas de luxo, a rede passou a adotar um modelo mais popular em um prédio na praça Ramos de Azevedo, no centro de São Paulo. A marca foi adquirida pela Marabraz por R$ 5 milhões em 2009 em um leilão.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.