Redação E-Commerce Brasil

Magalu: clientes reclamam na web após distribuição de cupons de R$ 1.000

Quarta-feira, 08 de janeiro de 2020   Tempo de leitura: 2 minutos

O Magazine Luiza ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter na noite de terça-feira (7) após anunciar a distribuição de 50 cupons de R$ 1.000 em descontos. Muitos consumidores reclamaram por não terem conseguido realizar as compras, mesmo conseguindo o benefício.

Segundo reportagem do UOL, por volta das 20h, quase 4 mil comentários na rede social com a hashtag #FraudeMagalu marcavam o 1º lugar nos Trending Topics do Brasil.

Os cupons só poderiam ser adquiridos no aplicativo da Magalu para smartphone, e começaram a valer por volta das 16h. O benefício era válido apenas para compras acima de R$ 1.001 em produtos vendidos e entregues pela empresa.

Ainda de acordo com a publicação, a empresa anunciou que os cupons se esgotaram em 32 minutos. Após inúmeras críticas, o Magalu liberou mais 500 cupons, esgotados após 11 minutos. 

Procurada pelo UOL, a empresa explicou que “a demanda foi muito grande e [os benefícios] acabaram muito rápido”. Por isso, para compensar, a empresa lançou novos cupons, “com muito mais gente conseguindo mostrar o sucesso da compra”.

Notificação do Procon

O Procon notificou, nesta quarta-feira (8), o Magazine Luiza a dar esclarecimentos sobre a promoção de cupons de desconto divulgada via aplicativo. Segundo a instituição, muitos consumidores reclamaram nas redes sociais do Procon que não conseguiram usar o benefício.

Em nota, o órgão informou que a empresa deverá informar “a quantidade de cupons disponibilizados e comprovar a respectiva utilização (identificação do consumidor, do produto, valor e local do país); os produtos envolvidos na campanha e a forma de comercialização e divulgação; a extensão geográfica da campanha; os mecanismos que disponibilizou aos consumidores para controle e consulta dos cupons de desconto e de acompanhamento do pedido e finalização da compra; se havia condições preferenciais de participação e esclarecer quais providências adotou diante da indisponibilidade do sistema para concluir o processo de compra”.

Ainda segundo o Procon, a empresa deverá ainda apresentar cópia integral do regulamento da promoção e os documentos que comprovem os mecanismos utilizados para informar as regras de utilização dos cupons — prazos, termos e condições da campanha.

Com informações do UOL

Leia também: Magazine Luiza firma parceria para vendas e retire em loja com a Marisa

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.