Redação E-Commerce Brasil

MadeiraMadeira vai inaugurar primeiras instalações no Nordeste

Terça-feira, 10 de agosto de 2021   Tempo de leitura: 4 minutos

Primeira instalação do marketplace de móveis MadeiraMadeira no Nordeste será em Pernambuco, no Cabo Santo Agostinho, região Metropolitana de Recife. A instalação funcionará como um centro de distribuição do e-commerce e outras duas lojas físicas serão abertas no Estado.

As operações do novo CD devem ser iniciadas no início de setembro, possibilitando ao MadeiraMadeira realizar operações de venda interestaduais para todo o Nordeste. A empresa abriu 70 vagas para contratação e espera faturar, no acumulado R$ 850 milhões até 2024.

Planos de expansão em Pernambuco

Daniel Scandian, CEO da MadeiraMadeira, reuniu-se com o governador Paulo Câmara e outros gestores públicos no Palácio do Campo das Princesas, na manhã de ontem, segunda-feira (9), para debater a expansão da empresa no Estado.

“Pernambuco é um dos principais estados do Nordeste, com uma malha logística muito eficiente. A estrutura do governo também ajudou a simplificar a nossa decisão, porque nos orientou muito. Logisticamente e estrategicamente, para a gente, fez muito sentido essa escolha”, assegurou o empresário.

Lojas físicas

As lojas físicas que serão abertas tem o objetivo de expandir a experiência offline e operarão pelo modelo de “guide shop”, ou seja, como um showroom para os consumidores interagirem presencialmente com os produtos. As vendas, no entanto, continuarão a ser realizadas de forma 100% digital.

“Abriremos duas unidades: uma no Centro do Recife, na Rua da Concórdia, e outra na Avenida Getúlio Vargas, em Olinda. A primeira delas deve ser inaugurada nos próximos 60 dias”, adiantou Daniel Scandian.

Oportunidade

As novas instalações da varejista de móveis em Pernambuco devem gerar ao todo 120 empregos diretos e indiretos. Além disso, o polo moveleiro local deve entrar na rota de fornecedores da empresa, beneficiando o setor na região.

“Para essas grandes empresas de venda pela internet, que têm crescido muito na pandemia, é importante ter uma base no Nordeste, para conseguir garantir o melhor tempo de entrega possível dos produtos. Pernambuco é o melhor local para se investir em e-commerce na região, devido a sua localização geográfica e à infraestrutura para esse tipo de empresa”, comenta Roberto Abreu e Lima, presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper).

De acordo com o gestor, a Secretaria da Fazendo teve um papel relevante na negociação, uma vez que agilizou a concessão do benefício fiscal já existente para o comércio eletrônico. Outro destaque seria o debate sobre a desburocratização da instalação da empresa em Pernambuco.

“A gente sabe que esses novos modelos de negócio estão muito avançados e as legislações de todo o País não acompanharam essa modernização. Estamos fazendo esse trabalho, negociando com cada empresa, trabalhando essa atualização”, afirma.

Fonte: Folha de Pernambuco.

Leia também: Comércio eletrônico com assistente de voz deve movimentar US$ 19,4 bi em 2023.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER