Redação E-Commerce Brasil

64% dos lojistas investiram em comunicação pelas redes sociais no último ano, diz pesquisa

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

O que o consumidor espera com o seu e-commerce? Essa foi a pergunta central da pesquisa realizada pela Synapcom em parceria com o E-Commerce Brasil. Ela buscou entender a relação entre o mercado digital e a experiência dos consumidores.

A maioria dos respondentes da pesquisa relataram vender principalmente pelo e-commerce próprio (46%), mas uma parte considerável (28%) também é bastante procurada por meio dos marketplaces.

Além disso, 64% dos respondentes informaram que passaram a investir em comunicação por redes sociais com os consumidores no último ano para melhor atender a demanda do consumidor final.

Podendo responder mais de uma alternativa, 61,5% disseram ter investido em WhatsApp e SMS.

Outros canais de comunicação:

  • 38,5% telefone ou mensagem por voz;
  • 33% chat online;
  • 28% CRM ou inbound marketing;
  • 23% autoatendimento online.

Outra necessidade sentida pelos lojistas foi a de oferecer funcionalidades novas aos consumidores digitais para priorizar a experiência.

Uma das mais respondidas foi o uso de pick up stores (clique e retire), com 49% das respostas.

Podendo assinalar mais de uma alternativa, 41% também instalaram a funcionalidade de prateleira infinita.

25% passaram a oferecer ship from store e 13% ship to store.

Quando o assunto é o que motiva o consumidor a procurar algum canal de atendimento, 46% dos lojistas afirmam que é por dúvidas com algum produto ou serviço.

28%, por sua vez, para lidar com trocas e devoluções. 13% procuram os canais de atendimento para fazer elogios à empresa. Por fim, 5% por causa de reclamações.

Para 61% dos lojistas, o que mais teve aumento com a pandemia de Covid-19 no último ano foi a frequência de vendas.

Para 28% foi mais expressivo o aumento do ticket médio e para 5% foi a busca por programas de fidelidade ou assinaturas e benefícios.

5% afirmaram que não houve incremento.

Leia também: A escalada digital da Urban Farmcy como proposta de expansão e alimentação saudável.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER