Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Lições da Black Friday: os bastidores da logística na sexta-feira mais esperada do ano

Sexta-feira, 07 de dezembro de 2018   Tempo de leitura: 5 minutos

Quinta-feira, 23h59. Milhares de lojistas e equipes de e-commerce preparados para virar a noite, responder mensagens de clientes por e-mail ou pelas redes sociais, analisar performance, precificar produtos, segurar a infraestrutura do site durante a Black Friday.

Se você é varejista, a cena deve lhe soar familiar. Mas, em um andar de um prédio comercial no bairro da Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, o trabalho árduo prometia começar mais tarde.

“[A sexta-feira] Não é o principal momento para a gente”, afirma Gabriel Drummond, COO e cofundador da Intelipost – empresa de soluções logísticas para varejo, onde o E-Commerce Brasil acompanhou a virada. “A semana seguinte, principalmente a partir de segunda-feira, quando as notas fiscais são faturadas e as demandas vão para a rua, é quando a maior demanda ocorre no sistema.”

Isso não significa, porém, que não haja algum estresse na operação. Por exemplo, o número de simulações de frete – quando o cliente insere o CEP de entrega antes do checkout – chega a triplicar em relação a um dia comum.

Na prática, apesar do alto número de visitas nos sites, o setor logístico começa a se aquecer pra valer em outro momento na Black Friday.

Apesar disso, para se ter uma sexta-feira “tranquila”, é essencial reservar pelo menos um mês para validação de testes, integração de sistemas e alterações de processos que precisem ser implantados na data por conta do alto volume de compras e acessos.

Até mesmo a Intelipost muda a sua rotina de trabalho.

“A gente inclusive congela o sistema e deixa de fazer qualquer atualização algumas semanas antes da Black Friday”, explica Drummond.

Segundo ele, não existe espaço para invenção às vésperas do evento. Para se ter uma ideia, o projeto típico de integração com o software da empresa dura cerca de dois meses (confira no vídeo).

“A gente sempre tenta acomodar aquela última estratégia, algo que um cliente conseguiu negociar, mas temos de ser regrados sobre fazer algo de última hora que não tenha sido testado. Até porque essa atitude traz o risco [ao lojista] de não conseguir entregar o que estava planejado”, aconselha.

Personalização na entrega

A importância de integrar o e-commerce aos operadores logísticos tem sido cada vez mais reconhecida pelo mercado, principalmente na Black Friday.

Na edição de 2018, por exemplo, os Correios alugaram galpões extras de armazenamento e firmaram parcerias com lojas eletrônicas para diminuir o prazo de entrega.

Para o próximo ano, as inovações prometem personalizar o last mile. De acordo com o cofundador da Intelipost, todas as forças apontam para a melhora na experiência, redução de prazo e a garantia de melhor atendimento ao consumidor.

“[Estamos falando de] Entregar na casa, no trabalho, na janela de horário em que o cliente sabe que estará disponível para receber o produto”, adianta Gabriel Drummond (veja no vídeo).

“Percebemos uma grande aplicação de tecnologia para garantir que isso aconteça. Por exemplo, unir entregadores e aplicativos que conseguem coletar o status em tempo real e traduzir essa informação de forma útil para o cliente poder, inclusive, atuar”, concluiu.

Por isso, não se impressione se, em 2019, seu cliente receber uma notificação no celular informando que o pedido será entregue em duas horas. E você, estará preparado para essa nova realidade?

Por Caio Colagrande, da redação do E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.