Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Leroy Merlin: o que a empresa pode ensinar sobre redes sociais

Segunda-feira, 01 de julho de 2019   Tempo de leitura: 6 minutos

A Leroy Merlin é um dos exemplos de empresa que sabe usar as redes sociais. Além de vender pelas mídias digitais, desafio de muitos lojistas, a empresa consegue interagir e engajar seus seguidores. Para isso, a Leroy Merlin aposta na qualidade da comunicação.

Para Anita Delmonte, Gerente de Conteúdo e Redes Sociais da Leroy Merlin no Brasil, o segredo do sucesso das estratégias digitais da empresa está em entender o usuário. Ela defende que cada rede precisa ter seu conteúdo planejado de maneira exclusiva. Além disso, é preciso levar em consideração o perfil de navegação do usuário em cada rede.

Paulo José, Diretor de Comunicação e Marketing da Leroy Merlin no Brasil, complementa que para entender esse perfil de navegação é preciso testar as ideias e analisar os dados resultantes para saber quais são as melhores estratégias.

Da esquerda para direita: Paulo José e Anita Delmonte, especialistas da Leroy Merlin, e Paola Cecchi, jornalista do E-Commerce Brasil/Foto por Júlia Rondinelli

Ambos defendem que essa comunicação através das redes sociais não pode ser invasiva. Em contrapartida, deve fazer parte do cotidiano do usuário, independente dele ser um consumidor ou não. Assim, quando ele se deparar com um conteúdo da marca ao navegar, não sentir que está diante de uma publicidade. Dessa forma, quando precisar comprar um produto, se lembrará da marca e de suas utilidades.

Confira abaixo a entrevista completa com Anita Delmonte e Paulo José para a repórter Paola Cecchi.

Repórter E-Commerce Brasil

Atualmente, a Leroy faz uso da maioria das redes sociais. Por meio delas, conseguiu um aumento de 600% no canal digital através de ferramentas de Social Selling. Mas o destaque da interação vai para o Pinterest e para o YouTube.

Através do Pinterest, o usuário pode salvar os pins de marcas diversas em sua navegação orgânica, sem real intenção de consumir. Porém, ao se deparar com um produto que deseje comprar, ele pode navegar pelas pastas temáticas da marca e ser direcionado para compra.

Paulo José explica que a navegação pelo aplicativo tem uma “linguagem cool, de trending e com produtos inusitados”. Ademais, o aplicativo permite também navegação e redirecionamento através de QR Code, acesso a preços e ideias de como usar o produto.

O canal no YouTube Casa de Verdade, diferente do institucional da marca, também oferece outra proposta de consumo. Nele, o usuário tem uma experiência de “manual faça você mesmo” (o famoso Do It Yourself – DIY). De forma orgânica, o usuário pode navegar por lazer e para buscar ideias. Se decidir comprar, já está em contato com os produtos usados nos vídeos e com o canal digital da empresa.

 

Por Júlia Rondinelli, da redação E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.