Redação E-Commerce Brasil

Jovem abre negócio próprio como opção, não por necessidade

Terça-feira, 03 de outubro de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Longe da carteira assinada e do relógio de ponto, jovens apostam em negócios próprios e já são a maioria entre os novos empreendedores brasileiros. Hoje – de acordo com pesquisa realizada pela organização Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016 –, 30,3% dos empreendedores brasileiros com negócios com até três anos e meio de atividade são formados por jovens entre 25 e 34 anos.

Caso, por exemplo, de Mariana Brito, de 27 anos, que comanda uma confecção de roupas femininas. Ela conta que sempre quis trabalhar com moda, e por conta própria. Formada há dois anos, ela começou desenhando peças para confecções diversas. Sua família já tinha atuado no ramo, mas o negócio foi deixado de lado.

Ela então decidiu retomar e, há cerca de dois anos, montou sua própria marca de roupa de praia. Mas, com a limitação orçamentária, toda a produção foi terceirizada, e ela continuou desenhando peças para outras lojas. Até que um vestido alçou seu negócio a voos maiores. A pedido de uma confecção fluminense ela desenhou, há cerca de um ano e meio, um modelo inspirado na Grécia, com possibilidades de estampas e amarrações diversas, bem cortado e com material de qualidade.

Caso, por exemplo, de Mariana Brito, de 27 anos, que comanda uma confecção de roupas femininas. Ela conta que sempre quis trabalhar com moda, e por conta própria. Formada há dois anos, ela começou desenhando peças para confecções diversas. Sua família já tinha atuado no ramo, mas o negócio foi deixado de lado.

Ela então decidiu retomar e, há cerca de dois anos, montou sua própria marca de roupa de praia. Mas, com a limitação orçamentária, toda a produção foi terceirizada, e ela continuou desenhando peças para outras lojas. Até que um vestido alçou seu negócio a voos maiores.

A pedido de uma confecção fluminense ela desenhou, há cerca de um ano e meio, um modelo inspirado na Grécia, com possibilidades de estampas e amarrações diversas, bem cortado e com material de qualidade.

Perfil do jovem empreendedor brasileiro

71% do sexo masculino e 29% do sexo feminino;

35% com idade entre 26 e 30 anos;

28% de 31 a 35 anos e 18% de 21 a 25 anos;

32% com renda familiar de seis a 10 salários mínimos, 22% de três a cinco salários mínimos e 21% de 11 a 19 salários-mínimos;

42% com ensino superior, 39% com pós-graduação e 12% com ensino médio;

63% têm apenas uma empresa, 25% têm duas, 7% têm três empresas, 3% têm mais de quatro, e 2% têm quatro;

70% têm até nove funcionários, 21% têm de 10 a 49 funcionários, 5% têm mais de 100 funcionários, e 4% têm de 50 a 99 funcionários;

31% conseguem faturamento entre R$ 60 mil e R$ 360 mil, 29% até R$ 60 mil, 29% entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões, e 10% entre R$ 3,6 milhões e R$ 48 milhões;

66% não têm empresa familiar e 34% sim;

54% conseguiram investimento por meio de financiamento bancário, 39% por meio de família e/ou amigos, 5% investimento-anjo e 2% por fundos de capital de risco;

58% listam a carga tributária elevada como principal desafio externo, 23% a burocracia, 8% a legislação, 6% a logística e 5% salários mínimos.

(Fonte: Estado de Minas, via Conaje e Blogdaspme)

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.