Redação E-Commerce Brasil

Entender a jornada do consumidor exige conexão e informação tangível

Segunda-feira, 17 de maio de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

O entendimento do mercado de autopeças se torna mais tecnológico ao passo de que o consumo é, na maioria dos casos, feitos dessa forma. Os e-commerces do segmento acompanham a rapidez na transformação e se adequam diariamente às personalidades diversas da clientela. A grande questão, bem como em outras áreas que imergem à tecnologia, é traduzir as informações e conectar empresa e cliente, entendendo a jornada do consumidor. O assunto foi tratado na palestra “Um olhar para a experiência do cliente no e-commerce”, realizada por Diego Santos, líder de Marketplace do Mercado Livre.

A prova de que a adoção do público a esse mercado aumenta a cada segundo está em dados próprios. Segundo o Mercado Livre, houve crescimento de 43% no GMV (Gross Merchandise volume) durante a pandemia, ou seja, o valor monetário total de vendas online aumentou nesse período. Isso acontece por conta da pandemia ou a população está mudando? Na verdade, Santos mostra que é um pouco dos dois.

“A tendência sempre foi o aumento das compras online ao longo dos anos e desenvolvimento do setor. No entanto, a pandemia da covid-19, bem como em outros fatores, foi responsável por antecipar mudanças. Prova disso é que o Mercado Livre, por exemplo, recebeu mais de 226 milhões de visitas com intenção de compra nesse tempo”, aponta.

Leia também: Gerar experiência em vendas passa pela capacitação de funcionários

Além disso, ele cita que o crescimento nas ordens de compra foi de 45% nesta modalidade, totalizando 9 milhões de clientes. “Esses números são suficientes para reforçar a importância de estar conectado ao cliente onde ele habita e traduzir as informações do online constantemente. Assim, entendemos mais ele”, complementa o especialista.

Em específico, 28% das pessoas que abrem leads para motos compram peças e assessórios, enquanto 30% que abrem leads para carros fazem a mesma compra. Ao todo, consumidores de autopartes compram quatro vezes ao ano e em três categorias diferentes.

“As estratégias da jornada do consumidor servem para entender o que o cliente está buscando. Isso, por sua vez, reflete à informação que a empresa vai transmitir para se relacionar com ele e aumentar vendas, experiência e relação”, conclui Santos.

Por Lucas Kina, especial para o E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.