Redação E-Commerce Brasil

Joalheria de luxo Bvlgari lança e-commerce em mais sete países

Sexta-feira, 16 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

A joalheria de luxo Bvlgari anunciou o lançamento de novas plataformas de e-commerce em mais sete países. As novas lojas online em Singapura, Emirados Árabes Unidos, Itália, França, Coréia, México e Brasil foram lançadas em um período de 90 dias. A página do Brasil já está disponível.

A jornada da Bvlgari rumo a uma experiência integrada de omnichannel começou no final de 2000, com a primeira e-shop. Desde então, a plataforma foi totalmente redesenhada e o atendimento ao cliente e a logística cresceram em grandes operações de serviço.

Atualmente, a Bvlgari conta com canais de e-commerce em oito países: EUA, Canadá, China, Japão, Reino Unido, Alemanha, Espanha e Austrália. Em todos esses canais, é possível fazer o agendamento online e as peças escolhidas podem ser enviadas para as residências ou retiradas nas boutiques.

A empresa afirma que, buscando uma interconexão fluida entre off e online, nos últimos dois anos tem trabalhado para garantir uma boa experiência entre o cliente e a marca em todos os seus pontos de contato, físicos ou digitais, antes, durante e após a compra.

Mais de 80% dos clientes que hoje fazem compras em uma boutique Bvlgari tiveram contato digital anterior com a marca, seja pelo website, seja pelos perfis nas mídias sociais oficiais.

Leia também: Louis Vuitton registra blockchain para e-commerce no Brasil

E-shop da Bvlgari

Outro aspecto-chave da abordagem centrada no cliente é a simplificação do processo de compra online: imagens de produtos 3D e realidade aumentada; envio gratuito e entrega flexível; devoluções cortesia por meio do online, do Serviço ao Cliente ou diretamente na boutique; e uma seleção dos métodos de pagamento mais utilizados.

Segundo o CEO da Bvlgari, Jean-Christophe Babin, o comércio eletrônico deve ser uma experiência envolvente e exclusiva de 360 graus. “Com a Covid-19, nossa loja virtual tornou-se nossa loja número 1 em todo o mundo — com um crescimento superior a 100%. Acreditamos que ela reforçará sua posição de liderança após a Covid-19. A chave para este sucesso está na interconexão com a boutique ‘física’ e os outros canais digitais”, disse.

Leia também: No Reino Unido, mais de 60% das compras de produtos falsos foram intencionais

As informações são do Mercado e Consumo

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.