Redação E-Commerce Brasil

Fomos até a InstaCarro para entender a plataforma de venda de carros usados

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

Que tal anunciar o seu carro para mais de 1.500 lojistas do Brasil, com a premissa de vendê-lo em cerca de uma hora? É o que garante a InstaCarro, startup que aplica o seu conhecimento em tecnologia para conectar vendedores a comerciantes de automóveis. Para entender melhor a dinâmica do negócio, fomos até a empresa conhecer um pouco mais da plataforma e trazer mais esse case para o Inspire-se (o texto continua após o vídeo). 

Ninguém melhor do que Luca Cafici, co-fundador e CEO da InstaCarro, para explicar o funcionamento da ferramenta. “É mais ou menos assim: a pessoa física que pretende vender o carro entra em contato com a gente pra fazer o agendamento da avaliação do veículo. Em seguida, escolhe uma de nossas unidades (espalhadas no estado de São Paulo) para avaliação e, com tudo aprovado, inicia-se o leilão virtual”, disse o empresário.

O processo total entre avaliação e venda do carro segundo ele, leva cerca de uma hora — isso inclui a análise completa do carro, ensaio fotográfico, anúncio e venda. O leilão, nesse caso, é feito exclusivamente com lojistas de automóveis, e não compradores físicos. 

Vendedor e lojista: o match

O diferencial da InstaCarro está no o uso de tecnologia e dados para construir os negócios. “Ela promove um leilão online conectado a lojas do Brasil inteiro, que ‘chama’ o lojista certo no momento certo”, lembra Luca. O sistema identifica o gosto pessoal do comerciante e o conecta com o vendedor imediatamente. “Numa operação manual, o tempo médio entre a publicação de um anúncio e a efetivação da venda é de 3 meses, por exemplo”. 

Avaliação dos carros

O sistema utilizado pela empresa faz a análise de mais de 150 quesitos do carro, checados por profissionais treinados. Entre os pontos positivos e negativos observados, estão:

Pinturas e amassados – essa avaliação levanta o histórico de riscos na carroceria ou históricos de pinturas refeitas;

Estrutura – caso seja identificado algum dano estrutural, o valor do carro pode diminuir significamente;

Motor – o especialista faz o levantamento sobre funcionamento e conservação do conjunto;

Acessórios e opcionais – quantos mais dispositivos de conforto, como ar-condicionado e direção hidráulica, maior pode ser o valor do lance. E o mesmo vale para acessórios especiais adicionados pelo proprietário;

Interior – cuidados com o revestimento dos bancos e detalhes no interior do veículo também são questionados e podem incrementar (ou não) no valor final;

Extras – quilometragem, pneus, volante, documentação… Tudo é analisado pelo perito da InstaCarro e, no final, contribui para elevar (ou reduzir) o valor do bem. 

Pagamento

Ao fim da disputa, o vendedor recebe a melhor oferta enviada pelos lojistas e pode escolher se quer seguir com a venda ou declinar. Além disso, um consultor apresenta os pontos principais da avaliação, os lances recebidos e a perspectiva do veículo no mercado de automóveis usados.

Por utilizar capital próprio, a InstaCarro paga o valor integral (à vista e na hora) na transação do negócio — assim que o cliente entrega o DUT preenchido e com firma autenticada em cartório, o valor do pagamento cai instantaneamente via TED bancário. “O carro é uma verdadeira paixão do brasileiro, por isso tomamos muito cuidado em sua experiência de negócio. Para preservar a categoria ‘Ótima’ do ReclameAqui que conquistamos, tomamos bastante cuidado com a experiência do cliente, seja com a venda concluída ou não”, afirma Luca.

Curiosidade

Há alguns anos, uma história bem interessante ocorreu com um dos cliente da InstaCarro. Na ocasião, um senhor tentava vender o seu veículo há mais de 6 meses para arcar com os custos de uma cirurgia de caráter urgente e de alto risco. Sem sucesso, ele soube plataforma e foi atrás para entender melhor o serviço. Por conta de suas limitações causadas pela doença, optou por utilizar o modelo “InstaCarro até você” — um avaliador vai até o local do vendedor e executa grande parte do processo. No mesmo dia o negócio aconteceu e o cliente pôde seguir com seu tratamento médico. Um tempo depois, já curado dos problemas de saúde, ele foi até a empresa agradecer pela ajuda e elogiar a ótima experiência vivenciada na plataforma.

Por Giuliano Gonçalves, da redação do E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.