Redação E-Commerce Brasil

iFood iniciará entregas com robôs em janeiro

Quinta-feira, 31 de outubro de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O iFood anunciou que a partir de janeiro de 2020 dará início a um projeto piloto de entregas com robôs. A empresa fechou uma parceria com a Synkar, companhia especializada em inteligência artificial, para desenvolver a ideia e como vai funcionar o serviço autônomo.

De acordo com informações do InfoMoney, a ideia com o projeto é se tornar pioneira e escalar novos tipos de modais. Segundo a empresa, o robô está sendo projetado para atender as especificações da operação.

Os veículos são 100% elétricos e ecologicamente corretos e tem capacidade para transportar até 30kg, com autonomia de 12 horas de trabalho. Ainda não há mais detalhes sobre design dos robôs.

Trabalho em conjunto

Durante a fase de testes, o veículo autônomo fará apenas a primeira etapa do deslocamento total da entrega.

Assim, vai retirar o pedido no restaurante, localizado dentro de uma praça de alimentação em shopping, e levar até o iFood Hub, estrutura física onde o entregador retira os pedidos.

Depois o parceiro da empresa seguirá para finalizar a entrega de moto ou bike, por exemplo.

A próxima fase de testes com o robô vai contemplar a fase final de entrega, que compreende em entregar o pedido direto para o consumidor, mas apenas dentro de grandes condomínios residenciais.

Leia também: Pesquisa compara os aplicativos de delivery mais procurados na web

Com informações do InfoMoney

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.