Redação E-Commerce Brasil

67% dos lojistas terceirizam a entrega dos produtos, mostra pesquisa

Segunda-feira, 12 de abril de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Pesquisa realizada pelo Frete Rápido em parceria com o E-Commerce Brasil investigou como é feita a gestão logística de lojistas brasileiros. A pesquisa mostra que 67% dos profissionais da área de e-commerce terceirizam o serviço de frete de suas empresas ou fazem a entrega por transportadoras.

Apenas 7% respondeu realizar o frete de maneira autônoma com uma frota própria, enquanto 25% realizam um mix de entrega própria com auxílio das transportadoras.

Relevância da gestão logística

71% dos respondentes afirmaram que a gestão logística é “fundamental”, enquanto 23% a consideram “importante”.

Apenas 4% afirmou que sua importância é baixa e não houve respostas que a classificassem como inexistente.

Canais de venda

Quando questionados sobre a relevância da gestão logística no canal de vendas, 42% afirmaram que utilizam tabelas de fretes por não terem integração com as transportadoras nos canais de vendas.

21% afirmaram que as transportadoras usadas são integradas em todos os canais com cálculo de frete. Além disso, 19% afirmaram que usam a integração com as transportadoras em alguns canais e tabela de fretes em outros.

16% além de terem as transportadoras integradas aos canais de venda ainda contam com o cálculo automático e rastreio do frete. Apenas 1% acredita que este tipo de integração não é relevante.

Gestão das transportadoras

Com relação ao impacto da gestão de transportadoras, 34% dos profissionais diz não fazer troca com frequência. Enquanto isso, 21% diz ter facilidade com a gestão, mas não agilidade ao integrar uma nova transportadora aos processos e sistemas.

19% afirmaram que ter facilidade e ser ágil na integração nos processos e sistemas. 16% dizem já terem perdido boas oportunidades de trabalhar com outras transportadoras justamente por causa dos processos de integração.

9% afirmaram não ter nem agilidade nem facilidade ao fazer a interação.

Carrinho abandonado

A pesquisa investigou também os impactos da gestão logística sobre o frete com relação à incidência de carrinhos abandonados no e-commerce.

55% afirmaram que o custo do frete tem um impacto “grande” nos carrinhos abandonados. Para 22% este impacto é “médio”. Já para 10% este impacto é considerado “baixo”. Ainda na faixa dos 10% estão as pessoas que afirmaram não fazer tal medição.

Leia também: Magazine Luiza irá inaugurar 2º centro de distribuição no Rio Grande do Sul.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.