Redação E-Commerce Brasil

Como a gestão logística eficiente contribui para a experiência do cliente

Quarta-feira, 02 de junho de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Se antes o preço do produto era o principal chamariz para o cliente, hoje sabemos que há muito mais coisas envolvidas para conquistá-lo. E um dos fatores que ganharam relevância na experiência do consumidor foi a eficiência da entrega (afinal, todo mundo quer estar a par sobre o status da encomenda). Se esse tema é um ponto de atenção na sua empresa, Carina Oliveira, Head Comercial da Pier8, trouxe diversas soluções para a gestão logística eficiente no The Future Of E-Commerce – Edição Martech.

Leia também: Estratégias avançadas para a retenção de clientes no varejo

Como ponto de partida, Oliveira ressalta a importância de ter um bom relacionamento com a transportadora. Afinal, antes de fechar o contrato com a empresa de entrega, é bom que ela esteja familiarizada com o seu produto, por exemplo. “Quando a transportadora já conhece o meu produto, é meio caminho andado para o sucesso. Afinal, ela sabe como ele se comporta. O mesmo vale para as regiões onde eu vendo mais: se a empresa domina esses locais já é mais um ponto positivo”, lembra.

Agilidade e conectividade

Trabalhar com mais de uma opção de transportadora é imprescindível. Isso porque, além de não ficar “refém” de uma única opção, a chance de negociar valores é maior. “Quando uma transportadora reformula sua base de preços, por exemplo, é o cliente quem paga a conta. Além disso, eu preciso ter a certeza de que a empresa solucione de forma ágil o meu problema, como por exemplo uma devolutiva de algum sinistro”.

Dentro desse espectro, vale otimizar o fluxo de processos e coletas. Para Oliveira, o ideal é que o fluxo de coletas seja de duas ou três vezes ao dia. Isso porque, dessa forma, é possível realizar várias roteirizações e diluir as entregas no dia. Aqui, ela também sugere apostar em diferentes modalidades de entrega. “Dê a oportunidade de escolha de frete ao cliente, seja um same day, next day, retirada em dark stores… No varejo de hoje, é mais do que válido se atentar a esses pontos”.

Leia também: Aprenda a otimizar investimentos em mídia com retargeting personalizado

Se você está a ponto de fechar o contrato com a transportadora, mais uma dica: questione a integração de WMS e TMS dela. Caso não esteja de acordo com o seu negócio, poderá ser uma dor de cabeça. Nessa mesma conversa confira como atua (ou se existe) o código de rastreio de produtos. Afinal, hoje o cliente quer uma visibilidade clara sobre o envio da compra — do contrário, a chance de desconfiança é iminente. “Quando ele acompanha a movimentação do produto, automaticamente é tranquilizado e desperta confiança pela marca”, garante.

Como colocar em prática a gestão logística eficiente

Para a gestão de frete ser aliada na conversão de vendas, você precisará:

Trabalhar o senso de urgência

Se o cliente comprar até tal horário, receberá o produto até tal dia/horário. São táticas muito utilizadas atualmente e que aumentam consideravelmente as conversões.

Descentralizar as opções de entrega

Permita a retirada na loja, em uma dark store, opções de entregas em lokers… É a possibilidade de diversificar as modalidades, mudando a opção de onde a pessoa quer receber ou como ela quer retirar. “A experiência deve ser escolhida pelo consumidor, e não determinada pelo lojista”.

Diminuir custos

Utilize benefícios fiscais para o e-commerce a fim de reduzir o custo. Há determinados locais que possibilitam isso, o que contribui para reduzir o valor do imposto e, consequentemente, a redução do frete. Apostar na capilaridade (em outros estados), a fim de dividir a operação, também pode contribuir para benefícios fiscais.

Para Oliveira, o maior jogo entre marketing, vendas e uma gestão logística eficiente é pensar o que o cliente quer e como ele quer. E, a partir disso, fazer com que esses pontos se conectem de forma que ele se sinta confortável à uma recompra e indicação de produto.

O The Future Of E-Commerce – Edição Martech faz parte de uma série de congressos do E-Commerce Brasil para tratar sobre o futuro do comércio eletrônico no Brasil.

Por Giuliano Gonçalves, via redação do E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER