Redação E-Commerce Brasil

50% dos lojistas acreditam que podem melhorar a gestão de processos para vender mais online

Sexta-feira, 03 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Pesquisa da Nérus em parceria com o E-Commerce Brasil buscou determinar alguns dos fatores de sucesso para o comércio eletrônico atualmente.

Possíveis melhorias

Podendo responder mais de uma alternativa, os lojistas foram indagados sobre o que poderia ser melhorado para que a empresa crescesse mais. 50% responderam que melhorar a gestão dos processos atuais ajudaria no crescimento das vendas online.

Por outro lado, 37% responderam melhorar a eficiência das integrações e 34% melhorar a logística de entrega. Além disso, 31% acreditam que pode melhorar a gestão de precificação de anúncios por canal.

28% acreditam ainda que podem melhorar as vendas online se simplificarem a automação dos processos de backoffice e a integração com os canais de venda (de preferência através de uma única plataforma). Por fim, 15% acreditam que podem vender mais se melhorarem a eficiência do picking e packing.

Satisfação com a venda online

44% dos entrevistados afirmaram que estão satisfeitos com a rentabilidade de suas vendas online e 37% afirmaram que estão apenas satisfeitos em parte.

Quando o assunto é sortimento de produtos, 47% afirmaram vender produtos multi-marcas pelo e-commerce; 31% vendem apenas produtos de marca própria e 22% vendem um mix de produtos próprios com produtos multi-marcas.

Tamanho do time e estratégia

A maior parte dos respondentes (47%) afirmaram que dispõem de 2 a 4 pessoas para cuidar do canal digital de vendas da companhia.

15% contam com apenas uma pessoa nesta função e 12% de 5 a 7 pessoas.

Na faixa dos 9% duas respostas: entre 8 e 10 e acima de 10 pessoas. O restante não soube responder.

Mesmo com o baixo número de funcionários registrados para a maior parte dos respondentes, 84% responderam que possuem uma área específica dedicada ao e-commerce.

Além disso, a maior parte dos respondentes opera no modelo B2C (50%). 25% afirmaram usar o modelo omnichannel (entre e-commerce e loja física).

Os demais, ambos com 9% das respostas, vendem no modelo B2B ou no D2C.

Leia também: Pix já disputa com dinheiro e cartão de débito como 1ª forma de pagamento.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER