Redação E-Commerce Brasil

Gerar experiência em vendas passa pela capacitação de funcionários

Segunda-feira, 17 de maio de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Gerar experiência é inerente às segmentações do setor de vendas. Seja qual for a especificidade do produto, vender é muito mais que ter um bom produto, oferecer algo barato ou dar cupons de desconto. Indo além, proporcionar uma boa experiência, de acordo com Ricardo Santana, líder de Digital da Valpemec Autopeças, é entender o que está vendendo.

“O cliente do mercado de autopeças compra por necessidade, mas também precisa de informações, mesmo que saiba o que está procurando. Na verdade, a capacitação do profissional deve ir além de passar dados de determinada peça, mas inclui, sim, a obrigatoriedade de enxergar também o fator emocional do consumidor”, diz.

Leia também: Devolução: problema pode ser driblado com filtragem e site intuitivo

Na palestra “Como criar experiência de compra quando você não tem prazer em comprar?”, o executivo relembrou como mercado é cheio de artimanhas e entender o cliente é uma das mais importantes de aprender. Então, entender o cliente é, por outro lado, educa-lo sobre o mundo de autopeças. Essa é uma das formas, segundo Santana, de criar relação e confiança.

“Quanto ao fator emocional da experiência, digo isso em frente de entender o âmbitos daquela compra e o momento que vive. Muitas vezes é um momento de nervosismo, no qual o consumidor não contava com o gasto de autopeças e, por isso, está tenso. Nosso papel, portanto, é ressignificar esse trauma e ajudá-lo, oferecendo o maior número de opções possível, e isso vai além do produto mais caro ou barato”, ressalta o executivo.

Outra forma de fortalecer o relacionamento com ele é “premiando-o” com descontos ou regalias. É dessa forma que a empresa fica relevante e ganha força dentro do mercado, atrelado também ao conteúdo que pode ser passado sobre a peça. Apostar em vídeos, por exemplo, facilita a busca do cliente e a localização da empresa.

“Ao todo, 70% das pessoas com atendimento personalizado concretizam a compra independente do produto. Em paralelo, 90% dos profissionais capacitados rendem quando conhecem o perfil do produto e conseguem relacionar isso com o emocional do cliente. É uma via de mão dupla. Todos ganham se o atendimento focar em experiência”, encerra Santana.

Por Lucas Kina, especial para o E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.