Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Compras digitais de games no Brasil crescem 68% no segundo trimestre

Quinta-feira, 20 de julho de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

No último trimestre deste ano (abril a junho), o volume das compras online de games cresceu 68% em relação ao anterior (janeiro a março). Além do crescimento exponencial, a categoria ganha destaque também pela representatividade no mundo online – 70% das compras no país são digitais – e por seu ticket médio de R$67 por transação – 22% acima da média dos tickets em compras online.

Isso é o que mostra levantamento feito pelo Score Digital da Visa, que tem analisado o comportamento do brasileiro nas compras online do setor, um dos mais promissores do e-commerce.

Alexandre Peyser, diretor da Visa Performance Solutions, explica os fatores que potencializaram esse boom de consumo digital de games no país. “Realidade aumentada, inteligência artificial, realidade virtual e experiências de imersão são algumas novidades que têm guiado esse crescimento nas compras online de games”, resumiu.

Segundo ele, não se pode esquecer que o universo mobile e de crescimento de smartphones no país favorece muito o desenvolvimento dessa indústria. “Tanto para o consumo de games, que são mais acessíveis, como o surgimento dos pequenos e novos desenvolvedores de jogos, que democratizam a oferta nas centrais de apps dos celulares”, concluiu.

As cidades brasileiras que mais consomem games, de acordo com o levantamento da Visa Performance Solutions, são:

1.São Paulo
2.Brasilia
3.Rio de Janeiro
4.Salvador
5.Recife
6.Campinas
7.Guarulhos
8.Osasco
9.Belo Horizonte
10.Curitiba

O Score Digital avalia os hábitos de compras em três categorias: os Ocasionais, que possuem um consumo digital esporádico; os Emergentes, que já adotam esses canais no dia a dia, mas em quantidade inferior às transações em lojas físicas; e os Super Digitais, que realizam predominantemente compras no mundo digital. O consumidor padrão de games no país, em sua maioria, está dentro dos Super e dos Emergentes Digitais (71%), enquanto o consumidor digital brasileiro em geral não chega a metade nessa classificação.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.